15:21 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 132
    Nos siga no

    O GH2 2020 pertence à categoria Apollo, o que significa que sua órbita intercepta a órbita da Terra, tornando-o um dos tipos de asteroides mais perigosos.

    GH2 2020, um asteroide recém-encontrado, passará pela Terra na quarta-feira (15) a uma distância de cerca de 359.000 quilômetros, de acordo com dados do Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra (CNEOS, na sigla em inglês) da NASA.

    O objeto tem 29 metros de diâmetro, diz o programa de Observação de Asteroides da agência espacial. O asteroide do tipo de Apollo (considerado particularmente perigoso para a Terra) foi descoberto no sábado (11) e está sendo rastreado por astrônomos de vários observatórios.

    Esses são o Observatório Karl Schwarzschild em Tautenburg, Alemanha, o Observatório KLET na República Tcheca, o Observatório Steward e o Catalina Sky Survey no Monte Lemmon no estado do Arizona, EUA, relata o Centro de Planetas Pequenos do Observatório Astrofísico Smithsonian, no estado de Massachusetts, EUA.

    O asteroide 2020 GH2, recém-descoberto em 11 de abril, passará entre a Terra e a Lua nas próximas 48 horas. Tem cerca de 40 a 70 pés [12 a 21 metros] de diâmetro. [Não é] NENHUMA ameaça à Terra, e infelizmente um pouco pequeno demais para ser visto, a menos que você tenha um equipamento telescópico sério.

    De acordo com o CNEOS, o asteroide voará ao lado da Terra às 7h46, no horário de Brasília, e passará perto da Lua às 15h28, a uma distância de 690.000 quilômetros, não representando, assim, qualquer perigo para a Terra.

    A maioria dos asteroides orbita o Sol em uma faixa entre Marte e Júpiter. Astrônomos acreditam que asteroides desviados ou fragmentos de colisões anteriores chocaram com a Terra no passado, o que teve um papel importante na evolução do nosso planeta.

    Mais:

    NASA vai realizar 'ensaio' de pouso de sonda na superfície de asteroide
    Perigosos e massivos, asteroides podem dar benefícios para a humanidade, segundo pesquisador
    NASA se prepara para alterar trajetória de asteroide
    VÍDEO mostra asteroide potencialmente perigoso para Terra
    Tags:
    Massachusetts, Arizona, EUA, República Tcheca, Alemanha, NASA, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar