03:52 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)
    2190
    Nos siga no

    Funcionários do Parque Nacional do Ártico Russo sabem o que é o verdadeiro isolamento. Durante seis meses ou mais, não saem do local, enfrentam duras condições da noite polar e baixas temperaturas.

    Os exploradores polares admitem que passar o inverno boreal no Ártico é fácil se estiver moralmente em sintonia com a vida regulada pela estrita rotina diária. É imprescindível observar essa rotina diária e seguir as tradições.

    Por exemplo, celebrar o Ano Novo e o primeiro amanhecer no final de fevereiro. E o mais importante, de acordo com a equipe do parque, é o trabalho diário e um planejamento claro das ações, salienta em seu artigo a Sociedade Russa de Geografia.

    Artyom Polikarpov é linguista e tradutor. Junto a outros funcionários do Ártico Russo, ele garante a segurança de grupos de turistas e membros da tripulação de quebra-gelos durante os desembarques nas ilhas do arquipélago Terra de Francisco José e no Polo Norte. Polikarpov explica que, quando se vive em um quebra-gelo, qualquer atividade física pode ajudar a se sentir melhor.

    Além do mais, é necessário controlar a si mesmo ao se comunicar com os demais, enfatiza Polikarpov:

    "É inaceitável entrar em conflito com alguém, porque em caso de desacordo e disputas não se pode abandonar o quebra-gelo. A vida e a saúde dos visitantes do parque dependem de quão competente e bem coordenada seja sua interação com seus colegas. Se você não gosta de alguém, deve superá-lo. Em um caso extremo, pode expressar sua opinião aos colegas de maneira mais educada, objetiva e correta."

    O Parque Nacional do Ártico Russo foi criado em 2009 para proteger a natureza única da região. No local, convivem colônias de morsas e ursos polares, baleias-da-groenlândia, raposas-do-ártico e focas.

    Tema:
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)

    Mais:

    Primeiro quebra-gelo de combate da Rússia: arma contra EUA no Ártico?
    Após o coronavírus: como mudará status quo dos mercados de energia depois da pandemia?
    O que torna o novo coronavírus mais mortal que a gripe?
    Tags:
    Rússia, quebra-gelo, Ártico, isolamento, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar