00:00 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 156
    Nos siga no

    Com seu recuo de 5 km em somente 22 anos, a geleira de Denman, na parte leste da Antártica, inquieta os pesquisadores, que consideram os graves riscos associados ao seu potencial desaparecimento completo.

    A ravina Denman, no leste da Antártica, é a mais profunda da Terra. A geleira onde ela se situa teve uma redução de aproximadamente 5 km ao longo dos últimos 22 anos, segundo um estudo publicado pela Geophysical Research Letters.

    Até o momento, os pesquisadores não haviam analisado profundamente esta geleira. A atenção estava voltada para outras na Antártica, como a Thwaitees, que perde em torno de 50 bilhões de toneladas de gelo a cada ano.

    Segundo o novo estudo, os pesquisadores sugerem que Denman poderia ser um dos locais mais vulneráveis do continente. O Laboratório de Propulsão a Jato, centro de pesquisas da NASA, mostra que esta geleira perde aproximadamente duas vezes mais gelo anualmente que a Thwaitees.

    Se esta tendência for mantida, o nível dos oceanos pode aumentar até 1,5 metro, inundando futuramente diversas regiões costeiras do planeta.

    Mais:

    Cientistas brasileiros pesquisam na Antártica consequências do aquecimento global
    Maior fundo de investimento do mundo diz que aquecimento global provocará 'reformulação' da economia
    Cientistas divulgam VÍDEO de geleira na Sibéria se afundando no mar
    Tags:
    ciência, Aquecimento global, Antártica, geleira
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar