15:16 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    Na fossa de uma antiga casa episcopal de Lichfield, na Inglaterra, arqueólogos acharam um raríssimo azulejo do século XIV retratando um animal mitológico persa.

    A descoberta vem anunciada no portal Livescience e foi feita por especialistas do Museu de Arqueologia de Londres (MOLA, na sigla em inglês).

    A antiga casa episcopal é hoje o Instituto de Arte Courtauld. Foi durante os trabalhos de escavação e renovação para um projeto de construção que os arqueólogos encontraram o azulejo medieval.

    O animal retratado no azulejo é uma criatura mitológica persa, com cabeça humana e cauda, tida como devoradora de homens.

    • Azulejo de criatura misteriosa encontrada em fossa durante escavação no Instituto de Arte Courtauld, Londres
      Azulejo de criatura misteriosa encontrada em fossa durante escavação no Instituto de Arte Courtauld, Londres
      © Foto / MOLA
    • Anel dourado encontrado durante escavações em porão do Instituto de Arte Courtauld em Londres
      Anel dourado encontrado durante escavações em porão do Instituto de Arte Courtauld em Londres
      © Foto / MOLA
    • Garfo de ferro encontrado em escavação no porão do Instituto de Arte Courtauld, Londres
      Garfo de ferro encontrado em escavação no porão do Instituto de Arte Courtauld, Londres
      © Foto / MOLA
    • Espora de ferro para cavalo encontrada no local de escavação no porão do Instituto de Arte Courtauld, Londres
      Espora de ferro para cavalo encontrada no local de escavação no porão do Instituto de Arte Courtauld, Londres
      © Foto / MOLA
    1 / 4
    © Foto / MOLA
    Azulejo de criatura misteriosa encontrada em fossa durante escavação no Instituto de Arte Courtauld, Londres
    Os arqueólogos do MOLA acreditam que o azulejo faça parte de um painel fabricado em uma oficina de cerâmica de Penn, vila situada no condado de Buckinghamshire.

    "Os azulejos de Penn eram frequentemente usados em palácios e mosteiros durante o período medieval", afirmou Antonietta Lerz, arqueóloga sênior do MOLA.

    Para além do ladrilho, os pesquisadores encontraram outros valiosos artefatos, como um anel banhado a ouro do século XIV, um esporão de ferro parte de arreios de cavalo e um garfo do período pós-medieval.

    A fossa quadrangular onde as relíquias se encontravam possui 4,5 metros por 4,5 metros, tem paredes de aproximadamente um metro de espessura e quatro metros de profundidade, embora possa ter sido ainda mais profunda antes da sua transformação.

    Depois de servir como fossa, viria a ser utilizada como banheiro e mais tarde como porão para armazenamento de vinho.

    No local, os arqueólogos também encontraram uma tigela vidrada e um tinteiro de vidro. Os vestígios encontrados mostrariam as diversas utilizações da estrutura ao longo dos séculos.

    "Esperamos poder melhorar este nosso estudo depois que todo o material coletado tenha sido devidamente avaliado", rematou Lerz.

    Como foi o valioso azulejo parar a uma fossa permanece um mistério.

    Mais:

    Obra de Newton perdida é descoberta por acaso em biblioteca francesa (FOTO)
    Crustáceo é contaminado por microplástico antes mesmo de ser descoberto (FOTO)
    Cápsula do tempo de quase 100 anos é descoberta nos Estados Unidos (FOTO)
    Tags:
    Reino Unido, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar