18:23 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    42110
    Nos siga no

    A NASA contratou Elon Musk, o presidente-executivo da empresa aeroespacial norte-americana SpaceX, para ajudá-los a sondar um asteroide próximo que contém ouro suficiente para que todas as pessoas na Terra se tornassem bilionárias.

    O equipamento de construção de foguetes da SpaceX irá unir forças com a NASA para lançar uma nave espacial não tripulada rumo ao asteroide metálico 16 Psyche. A missão está planejada para 2022.

    "A missão Psyche irá viajar para um asteroide único e rico em metais, também denominado Psyche, que orbita o Sol e se encontra entre Marte e Júpiter", informou a agência espacial norte-americana em comunicado.

    "O asteroide é considerado ímpar sendo que aparentemente é composto majoritariamente por um núcleo exposto de níquel e ferro de um antigo planeta, sendo estes componentes as essências de construção do nosso Sistema Solar." O objeto espacial tem cerca de 193 quilômetros de diâmetro e é repleto de platina, ferro e níquel, escreve The Sun. 

    Imagem artística da sonda para missão Psyche da NASA
    Imagem artística da sonda para missão Psyche da NASA
    Levando em consideração os metais que o compõem, este asteroide poderia ser avaliado em US$ 10 quintilhões (R$ 45 quintilhões, ou seja, 45 com dezessete zeros atrás). Isso significa que se trouxéssemos este asteroide para a Terra, ele iria desvalorizar os preços dos materiais e dar cabo da economia mundial avaliada em R$ 346 trilhões.

    Se tudo correr como planejado, a missão da NASA em parceria com SpaceX irá partir no verão de 2022 a partir do cosmódromo de Cabo Canaveral, na Flórida.

    Felizmente, para a economia mundial, a missão da agência espacial tem como objetivo pesquisa científica e não tenciona realizar qualquer tipo de extração de minerais.

    Supõe-se que o 16 Psique foi formado através de múltiplos impactos sobre o corpo original sem, entretanto, nunca ter sido atingido com força suficiente para destruí-lo.

    O fragmento remanescente representaria o núcleo de ferro de um protoplaneta, possivelmente coberto por uma fina camada de silicatos ou componentes remanescentes do manto original.

    Mais:

    Asteroide gigante se aproxima da Terra e cruzará sua órbita, diz NASA
    Rover da NASA registra FOTO panorâmica de Marte na maior resolução do momento
    Tags:
    Sistema Solar, platina, níquel, NASA, SpaceX, Elon Musk, exploração, asteroide, ouro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar