07:49 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    3160
    Nos siga no

    O primeiro satélite russo para monitorar o clima e meio ambiente no Ártico, Arktika-M, será lançado em dezembro de 2020 desde o cosmódromo Baikonur.

    "O lançamento do foguete portador Soyuz-2.1b com o acelerador Fregat e o primeiro satélite Arktika-M está programado para 9 de dezembro", disse uma fonte do setor espacial à Sputnik.

    Lançamento do foguete portador Soyuz-2.1a com a nave Soyuz MS-14 (imagem referencial)
    © Sputnik / Sergei Mamontov
    Lançamento do foguete portador Soyuz-2.1a com a nave Soyuz MS-14 (imagem referencial)

    Em agosto de 2019, foi informado que o lançamento do segundo Arktika seria realizado em 2023. O satélite russo terá características similares a dos aparelhos meteorológicos da série Elektro-L.

    Está previsto que o satélite seja colocado em uma órbita altamente elíptica, o que permitirá ao satélite coletar informação meteorológica e hidrológica sobre as regiões polares da Terra que não são facilmente observáveis pelo Elektro-L.

    Mais:

    EUA negociam compra de assentos em voos da espaçonave russa Soyuz à EEI
    Espaçonave russa Soyuz MS-14 acopla na EEI com robô humanóide (VÍDEO)
    EUA acusam Rússia de seus satélites espionarem aparelhos espaciais norte-americanos
    Tags:
    clima, Ártico, Espaço, Rússia, satélite
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar