20:16 23 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    Paleontólogos descobriram um "fóssil marinho raro" de 465 milhões de anos no Parque Nacional de Cabañeros, a cerca de 150 quilômetros a sul de Madri, na Espanha.

    A descoberta foi possível graças ao estudo de dezenas de fragmentos encontrados, que permitiram "a caracterização de um novo gênero e espécie de um cefalópode".

    Essa espécie teria vivido "sobre o que eram as plataformas marinhas que rodeavam o continente desaparecido de Gondwana", informou o Ministério da Transição Ecológica espanhol.

    O extinto animal marinho pertence a um estranho tipo de cefalópode chamado intejocéridos, cujo habitat se pensava estar restrito às latitudes paleotrópicas, especificamente às áreas do planeta que hoje corresponderiam à Sibéria e à América do Norte.

    ​Um "fóssil marinho raro" de 465 milhões de anos é descoberto na Espanha

    ​Uma equipe de cientistas descobre em Cabañeros um "fóssil marinho raro" de 465 milhões de anos

    É precisamente a sua localização em uma latitude inesperada que confere a esta descoberta a sua especial importância para a comunidade científica.

    As novas espécies categorizadas serão chamadas de Cabaneroceras aznari, e o grupo de fragmentos fósseis recolhidos será distribuído por vários centros de estudo e conservação na Espanha.

    Mais:

    Pesquisadores encontram fóssil de espécie 'colossal' extinta na Antártica
    Fóssil de tubarão de 91 milhões de anos é encontrado nos EUA (FOTO)
    Descoberto grande dente de megalodonte, o maior tubarão que já existiu (FOTO)
    Tags:
    Espanha, animais marinhos, descoberta, fóssil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar