20:20 09 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2 0 0
    Nos siga no

    O corpo espacial é o terceiro maior objeto do cinturão de asteroides, com cerca de 400 quilômetros de diâmetro.

    Nesta segunda-feira (10), após estudo do cinturão de asteroides, astrônomos do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) revelaram imagens de um asteroide de quase 400 quilômetros de diâmetro, com tantas crateras que foi denominado "bola de golfe", comunicou o instituto.

    O asteroide, chamado Pallas, em honra à deusa grega da sabedoria e descoberto em 1802, é o terceiro maior objeto do cinturão de asteroides, possuindo dimensões que equivalem a um sétimo do tamanho da Lua.

    "A órbita de Pallas acarreta impactos em alta velocidade", diz Michael Marsset, autor principal do estudo. "Com estas imagens, agora podemos afirmar que Pallas é o objeto com mais crateras que conhecemos no cinturão de asteroides. É como descobrir um mundo novo".

    Os pesquisadores suspeitam que a superfície de Pallas é resultado de sua órbita inclinada: enquanto a maioria dos objetos no cinturão se movem mais ou menos na mesma órbita elíptica ao redor do Sol, a órbita inclinada de Pallas faz com que passe pelo cinturão em ângulo. Portanto, qualquer colisão que este experimente teria um impacto aproximadamente quatro vezes maior que as colisões entre outros asteroides na mesma órbita.

    Mais:

    Sol impediria comunicação entre terrestres e alienígenas, segundo cientista
    Estudo traz à tona frequência de tempestades solares danosas à humanidade
    Asteroide gigante passa perto da Terra e voltará enquanto sistemas de alerta podem falhar
    Tags:
    Espaço, ciência, astronomia, asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar