23:06 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    121
    Nos siga no

    O estado norte-americano de Kentucky não é famoso por ter tubarões hoje em dia. No entanto, há 330 milhões de anos, a situação pode ter sido outra.

    O ecólogo Rick Olson e o paleontólogo Rick Toomey encontraram fósseis um tanto incomuns preservados nas paredes de uma caverna quando extavam explorando o Parque Nacional de Mammoth Cave em novembro do ano passado. A reserva fica no estado de Kentucky, nos Estados Unidos.

    Посмотреть эту публикацию в Instagram

    Публикация от John-Paul Hodnett (@desertsabertooth)

    Após uma busca mais detalhada, os pesquisadores encontraram um grande crânio fossilizado de um tubarão, e fotografaram a mandíbula inferior, cartilagem e dentes do crânio do tubarão.

    As fotos chamaram atenção do paleontólogo John-Paul Hodnett, que determinou que os fósseis descobertos pertencem a uma espécie de tubarão chamada Saivodus striatus, que habitou a Terra no fim do período Mississippiano, ou seja, de 330 a 340 milhões de anos atrás.
    Посмотреть эту публикацию в Instagram

    Публикация от John-Paul Hodnett (@desertsabertooth)

    "O fato mais significativo é que grande parte dos fósseis de tubarões foi descoberta nas camadas de rochas que se estendem do estado de Missouri até o estado de Virginia, mas até agora a presença de tubarões nunca tinha sido documentada aqui. É como encontrar uma peça perdida de um quebra-cabeça que retrata uma imagem maior", ressaltou Hodnett.

    É muito raro encontrar esqueletos de tubarões, porque as cartilagens raramente sobrevivem à fossilização.

    Mais:

    Fósseis marinhos revelam mudanças drásticas na Terra antes da colisão de asteroide
    Britânico descobre acidentalmente fósseis de 'ictiossauro' de 65 milhões de anos (FOTOS)
    Tags:
    caverna, paleontologia, tubarão, EUA, fósseis
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar