20:29 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    230
    Nos siga no

    Um meteorito que caiu no sudeste da Austrália em 1969 continha o material mais antigo já alguma vez encontrado na Terra: poeira de estrelas formada há bilhões de anos, antes da formação do Sistema Solar.

    O mais antigo de 40 pequenos grãos de poeira presos dentro dos fragmentos de um meteorito recuperado próximo da cidade de Murchison, no estado australiano de Victoria, data de cerca de 7 bilhões de anos atrás. Isso é equivalente a cerca de 2,5 bilhões de anos antes da formação do Sol, da Terra e do resto do Sistema Solar, disseram os pesquisadores.

    'Cápsulas do tempo'

    Comparativamente, a idade do Sol está estimada em 4,6 bilhões de anos e a da Terra em 4,5 bilhões de anos.

    Os cientistas explicam que esses "grãos pré-solares" encontrados na rocha espacial caída (que pesa cerca de 100 quilos) foram expulsos para o Universo após a morte de algumas estrelas.

    "Estes são os materiais sólidos mais antigos já encontrados, e nos contam como as estrelas se formaram na nossa galáxia", relatou Philipp Heck, líder do estudo.

    Segundo o especialista, estes componentes são pó de estrelas - partículas que ficaram presas em meteoritos, onde permaneceram inalteradas por bilhões de anos, até se tornarem "cápsulas do tempo de uma era antes do Sistema Solar".

    Os grãos pré-solares mais antigos datam de há mais de 5,5 bilhões de anos, mas a maioria era mais jovem, e tinha entre 4,6 e 4,9 bilhões de anos de idade.

    Micrografia eletrônica de um grão pré-solar no meteorito de Murchison com cerca de 8 micrômetros de comprimento.
    © REUTERS / HANDOUT
    Micrografia eletrônica de um grão pré-solar no meteorito de Murchison com cerca de 8 micrômetros de comprimento

    Ao analisar esses dados, os cientistas sugerem que eles apareceram durante um episódio de grande atividade de formação de estrelas, antes do aparecimento do Sistema Solar, há 7 bilhões de anos.

    Os detalhes da pesquisa foram recém-publicados na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

    Mais:

    Cientistas teriam descoberto cratera de meteorito que impactou a Terra há 790 mil anos
    'Fósseis de gelo' são descobertos em meteorito de 4,6 bilhões de anos
    Meteorito é o 'prato predileto' de microrganismo observado por astrobiólogos
    Tags:
    meteorito, Terra, Sol, sistema solar, espaço, poeira
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar