04:40 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    151
    Nos siga no

    Sonda japonesa coletou amostras de asteroide que poderiam conter sinais de vida extraterrestre e que serão trazidos à Terra neste ano.

    Se, por um lado, crenças antigas apontam para a existência de seres extraterrestres, a sonda Hayabusa-2, da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA, na sigla em inglês), coletou algumas amostras do asteroide Ryugu, considerado uma "cápsula do tempo" do Sistema Solar.

    Conforme publicou o tabloide Daily Express, o material será submetido a análises que poderão determinar a presença de vida microbial no asteroide, o que poderia sustentar a teoria da Panspermia, segundo a qual a vida não se originou em nosso planeta, mas veio de uma fonte externa no espaço.

    Ainda de acordo com a teoria, asteroides e meteoritos seriam portadores de exemplares de seres vivos.
    Imagem recebida nos primeiros quatro segundos após a aterrissagem da sonda Hayabusa-2 no asteroide Ryugu em 2018
    © Foto / JAXA
    Imagem recebida nos primeiros quatro segundos após a aterrissagem da sonda Hayabusa-2 no asteroide Ryugu em 2018

    De acordo com os pesquisadores Ian Whittaker e Gareth Dorian, o material recolhido será trazido ao nosso planeta ainda neste ano, conforme publicado no jornal acadêmico The Conversation.

    As coletas do Ryugu foram removidas tanto da superfície quanto do interior do asteroide. Além de sinais de vida, o material também será usado para maior compreensão sobre a formação do Sistema Solar.

    Mais:

    Trio de galáxias remodeladoras do Universo emerge da 'idade das trevas cósmicas' (VÍDEO)
    'Foguete mais potente' do mundo é revelado em VÍDEO
    Índios ligados no espaço: práticas astronômicas centenárias são achadas nos EUA
    Tags:
    amostra, espaço, pesquisa, meteorito, extraterrestre, asteroide, vida alienígena
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar