04:47 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    250
    Nos siga no

    O exoplaneta WASP-12b foi descoberto em 2008 com recurso ao método de trânsito – o mais empregado atualmente na busca de planetas extrassolares e que consiste os detectar pelas reduções no brilho das estrelas por estarem sendo orbitada por planetas.

    Cientistas conseguiram identificar, pela primeira vez, um exoplaneta em vias de desaparecimento: o WASP-12b. O resultado da pesquisa foi publicado na Astrophysical Journal Letters no passado dia 27 de dezembro. O WASP-12b pertence a um gênero de planetas extrassolares denominados de "Júpiteres quentes" por possuírem massas comparáveis à do quinto planeta do nosso Sistema Solar e terem temperaturas elevadíssimas pela proximidade às suas estrelas. Com períodos orbitais muito curtos, são os mais fáceis de detectar pelo método de trânsito.

    Os investigadores suspeitavam há muito que a proximidade dos Júpiteres quentes às estrelas poderia provocar seu desaparecimento, à medida que se aproximam cada vez mais destas e se quebram, não tendo por enquanto ideia de quanto tempo pode durar tal valsa fatal.

    "Tínhamos bastante certeza que não podiam durar para sempre. As fortes interações gravitacionais entre o planeta e a estrela fazem o planeta entrar em um movimento em espiral em direção ao interior e ser destruído, mas ainda ninguém pôde prever quanto tempo leva o fenômeno. Pode levar milhões, bilhões ou mesmo trilhões de anos", afirmou Joshua Winn, professor de ciências astrofísicas da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, e um dos autores do artigo.

    Os cientistas asseguram ser o WASP-12b o primeiro a confirmar suas teorias sobre o destino dos Júpiteres quentes e que este planeta da constelação de Auriga se extinguirá em cerca de três milhões de anos. Samuel Yee, autor principal e estudante de pós-graduação em ciências astrofísicas, afirmou: "Se conseguirmos encontrar mais planetas como o WASP-12b cujas órbitas estejam decaindo, ficaremos sabendo mais sobre a evolução e o destino final dos sistemas exoplanetários."

    Mais:

    Fogo seria mais perigoso no espaço do que na Terra, segundo experimento da NASA (FOTO)
    FOTOS infravermelhas da NASA mostram centro da Via Láctea em detalhes inéditos
    Confira planeta 'habitável' recém-descoberto pela NASA (VÍDEO)
    Tags:
    espaço, exoplaneta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar