02:29 02 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    140
    Nos siga no

    Um grupo de astrônomos descobriu que a estrela Thuban, que desempenhava o papel de Estrela Polar quando as pirâmides do Egito foram construídas, e sua companheira possuem entre si eclipses curtos de seis horas.

    A estrela Alpha Draconis ou Thuban e sua estrela companheira formam um sistema binário, ou seja, composto por dois corpos celestes orbitando em torno de um centro de massa comum. Os eclipses mútuos foram uma grande surpresa para os astrônomos.

    "Os eclipses são curtos e duram apenas seis horas. Por isso, as observações terrestres podem não tê-los captados [...] Além disso, devido à estrela ser tão brilhante, rapidamente saturaria os detectores do Kepler da NASA, o que ocultaria os eclipses", explicou a pesquisadora da Universidade Villanova, Angela Kochoska.

    A descoberta contou com ajuda dos dados captados pelo satélite da TESS, que é um satélite para levantamento de exoplanetas em trânsito, da NASA.

    O sistema é um dos mais brilhantes descobertos até hoje. Além disso, as duas estrelas são separadas e desanexadas, interagindo apenas de forma gravitacional. Esses sistemas são importantes, pois permitem medir as massas e os tamanhos de ambas as estrelas com precisão.

    Localizado na constelação Dragão, a Thuban está a aproximadamente 270 anos-luz da Terra e é a quarta estrela mais brilhante de sua constelação, ficando famosa pelo seu papel há 4.700 anos, quando as pirâmides mais antigas do Egito foram construídas.

    A Estrela Polar é um sistema triplo de estrelas, sendo a estrela polar, a Polaris B e a Polaris Ab.

    Mais:

    Nova onda gravitacional revela colisão de estrelas de nêutrons
    Destruídas por extraterrestres? Astrônomos descobrem estrelas que aparecem e somem do Universo
    Estrela 1.400 vezes maior que Sol estaria a ponto de explodir
    Tags:
    telescópio, Pirâmide, eclipse, NASA, estrelas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar