15:16 03 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    8113
    Nos siga no

    Os pesquisadores apresentaram a descrição detalhada do que pode acontecer se uma das rochas espaciais colidir realmente com a superfície da Terra.

    De acordo com o tabloide Daily Express, os meteorologistas Simon King e Clare Nasir explicaram, em um livro chamado "What Does Rain Smell Like?" (A Que Cheira a Chuva?), que a colisão de um asteroide de diâmetro entre 25 e 1.000 metros com a Terra causaria "danos a nível local", enquanto a colisão com uma rocha maior pode levar à destruição "a nível global".

    "As consequências mais letais da colisão com um grande asteroide serão rajadas de vento e ondas de choque. O pico da pressão do ar poderia romper os órgãos internos e as rajadas de vento atirariam corpos pelo ar e esmagariam as construções e florestas", explicam os meteorologistas.

    Eles adicionam que as outras consequências devastadoras incluiriam "calor intenso, destroços voadores, tsunamis, sismos e destruições devido ao impacto direto e à formação de crateras".

    No entanto, os autores sublinham que os asteroides, tal como os outros objetos do espaço, são sujeitos às forças gravitacionais e, portanto, têm suas próprias órbitas, o que torna suas trajetórias "relativamente previsíveis".

    "A catalogação dos Objetos Próximos à Terra (NEO, em inglês) é uma tarefa titânica, o espaço está muito lotado e parece ficar até mais lotado a cada década que passa. O mapeamento dos NEOs contra o fundo de outros destroços orbitando no espaço poderia ser descrito como a busca de uma agulha em um palheiro, mas os astrofísicos fizeram grandes progressos nessa questão", explicam os cientistas.

    Mais:

    NASA mostra rover Mars 2020 que buscará vestígios de vida em Marte (FOTO)
    FOTO da Galáxia da Baleia a 25 milhões anos-luz da Terra mostra cordas magnéticas que a rodeiam
    NASA mostra 'flocos de neve cósmicos' no Cluster da Árvore de Natal (FOTO)
    Tags:
    Meteorologia, risco de colisão, colisão, Terra, asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar