16:56 02 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2491
    Nos siga no

    Os arquitetos que projetaram a pirâmide de Meidum abandonaram a estrutura antiga em forma de degraus e usaram um conceito revolucionário que tornou suaves os lados da pirâmide, conseguindo assim uma construção perfeita.

    Arqueólogos envolvidos no estudo da pirâmide de Meidum revelaram em um documentário intitulado "Secrets of Archaeology" (Segredos da Arqueologia) ter ficado muito assustados ao descobrirem estátuas do faraó Rahotep e de sua esposa. Os pesquisadores disseram que tiveram medo porque as estátuas tinham expressões faciais intensas e muito "realistas".

    Os olhos assombrosamente realistas deste Escriba Sentado de 4.500 anos são feitos de magnesite branca (até se veem pequenas veias vermelhas!) e pupilas de cristal de rocha (Necrópole de Sacará, Louvre)

    A história da pirâmide de Meidum não é menos bizarra. Pensa-se que tenha sido construída para o faraó Sneferu, o fundador da Quarta Dinastia, que foi estabelecida em 2613 a.C., sendo a primeira pirâmide egípcia de lados retos, segundo relata o portal Express.

    Aqui está outro; a esposa de Rahotep com olhos de ametista. Ela me faz lembrar a Elizabeth Taylor.

    Foi originalmente concebida como uma pirâmide de degraus, como a construída para o faraó Djoser. A pirâmide de Djoser foi a primeira construção de pedra de grandes dimensões no Egito.

    Antigo Egito: complexo de degraus da pirâmide de Djoser

    O complexo de pirâmides de degraus de Djoser marca uma grande evolução nas técnicas de construção egípcias antigas. A melhoria dos materiais e a habilidade arquitetônica é muitas vezes atribuída ao seu arquiteto, Imhotep.

    Arquitetos posteriores abandonaram esta abordagem e escolheram um conceito revolucionário que tornou as linhas da estrutura "suaves e inclinadas". No entanto, aparentemente cometeram um erro de cálculo, e a estrutura entrou em colapso. "As bases das quatro paredes externas de suporte caíram, e os blocos de calcário escorregaram para baixo, revelando a parte interna que vemos hoje", revelou o documentário.

    Depois que a pirâmide entrou em colapso, o faraó Sneferu mandou construir outra.

    Pirâmide Curvada do rei Sneferu, o primeiro faraó da 4ª dinastia do Egito, na antiga necrópole real de Dachur, na margem oeste do rio Nilo, ao sul do Cairo. A forma da pirâmide foi uma nova tentativa de construção, depois que ela entrou em colapso
    © AFP 2020 / Mohamed el-Shahedv
    Pirâmide Curvada do rei Sneferu, o primeiro faraó da 4ª dinastia do Egito, na antiga necrópole real de Dachur, na margem oeste do rio Nilo, ao sul do Cairo. A forma da pirâmide foi uma nova tentativa de construção, depois que ela entrou em colapso

    Ela também tinha um desenho incomum, pois sua seção superior foi construída em um ângulo menor, 43 graus, em vez de 54, o que veio a dar o nome à estrutura, a Pirâmide Curvada. Foi a coisa mais alta durante 5 anos.

    Mais:

    Templo bíblico é descoberto próximo a Jerusalém (FOTOS)
    Anomalia magnética é descoberta na Escócia
    Muro de defesa marítima mais antigo do mundo é descoberto em Israel (FOTOS)
    Tags:
    pirâmide, arqueologia, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar