11:40 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    O antigo assentamento de Vitcos, no Peru, pode ser o local onde Inca Manco se refugiou para escapar dos conquistadores.

    Os restos do Império Inca continuam atraindo pesquisadores e fãs de história de todo o mundo, que querem conhecer o que resta do que era a civilização mais desenvolvida das Américas. Embora os turistas viajem principalmente para Machu Picchu no Peru, outros locais na região de Cusco também têm algo a oferecer.

    O sítio arqueológico de Vitcos, que era uma residência dos nobres incas e um refúgio para aqueles que recusavam a se submeter aos espanhóis, é hoje um tesouro arqueológico peruano. Como revelou o documentário Mundo Misterioso dos Incas (Mysterious World of the Inca) do Amazon Prime, Vitcos pode também ser o lugar de descanso final de uma das figuras-chave da resistência inca.

    Inca Manco, que subiu ao trono após a morte de Huascar, residiu neste grande assentamento habitado por refugiados incas, "que não queriam se curvar à subjugação espanhola", relata o tabloide Express.

    Embora inicialmente tenha colaborado com os espanhóis, mais tarde lutou contra eles, liderando a resistência, e foi morto em 1544. Sua sepultura permaneceu desconhecida durante séculos.

    "A sepultura de Inca Manco fica no lado sul, onde o rio se chama Pachamama. Nas margens do rio está uma pedra, no estilo inca, e na parte de trás há uma espécie de porta de entrada. Este é provavelmente o túmulo de Inca Manco, porque foi aqui que ele foi morto", se explica no filme.

    O Império Inca

    O documentário aponta que existem "numerosos lugares estranhos e misteriosos chamados Huaca", com ídolos que se acredita terem poderes sobrenaturais.

    "Além dos santuários criados artificialmente, Huaca pode ser praticamente qualquer coisa, como uma pedra de forma estranha, montanhas, nascentes ou lagos", disse a série.

    Além de heróis e santuários, o tabloide britânico dá uma olhada em outra parte importante da vida neste império.

    "Uma parte inseparável do traje é uma bolsa de lã para coca, uma longa tradição nos Andes. Se não houvesse coca, não haveria Peru. Os índios gostavam tanto dela que a consideravam mais valiosa que o ouro, a prata e outras pedras preciosas".

    Mais:

    Arqueóloga desvenda o significado das gigantes estátuas Moai
    Colapso do Antigo Egito pode se repetir no mundo em tempos modernos, alerta arqueólogo
    Esqueleto de 'anão' invulgar com cerca de 5.000 anos é encontrado por arqueólogos (FOTO)
    Tags:
    civilizações antigas, América do Sul, Peru
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar