06:01 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    A NASA detectou "a colisão mais violenta já vista entre dois grupos de galáxias". Os grupos da galáxia NGC 6338, localizados a cerca de 380 milhões de anos-luz da Terra na constelação de Draco, colidiram uns com os outros a uma velocidade de mais de 6,4 milhões de quilômetros por hora, diz a agência em um artigo.

    "A massa total contida no sistema NGC 6338 é cerca de 100 trilhões de vezes a massa do Sol" e é composta em cerca de 83% de matéria escura, 16% de gás quente e 1% de estrelas, segundo os pesquisadores. Os astrônomos preveem que a fusão será completada e o sistema continuará acumulando mais galáxias por gravidade até se tornar um aglomerado com centenas ou milhares delas.

    Imagem composta da colisão de duas galáxias no sistema NGC 6338 feita de observações conjuntas da NASA e da ESA
    © Foto / NASA/CXC/SAO/E
    Imagem composta da colisão de duas galáxias no sistema NGC 6338 feita de observações conjuntas da NASA e da ESA

    A imagem composta exibe dados de raios X do Observatório Chandra da NASA (em cor vermelha), mostrando gases quentes com temperaturas acima de 20 milhões de graus Celsius, bem como gases mais frios detectados com o Chandra e o telescópio XMM-Newton da ESA (em cor azul).

    Segundo resultados publicados na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society em julho deste ano, uma grande parte dos gases parece ter sido aquecida por frentes de choque.

    Mais:

    Telescópio Hubble mostra 'duelo de galáxias' nas profundezas do espaço (FOTO)
    NASA revela nova aeronave supersônica que competiria com Concorde (FOTO)
    Hubble mostra FOTO de galáxia a milhões de anos-luz da Terra
    Tags:
    telescópio, astrônomo, colisão, galáxia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar