07:42 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1290
    Nos siga no

    Cinco complexos arquitetônicos e vários objetos maias antigos nunca antes vistos foram recentemente descobertos na zona arqueológica de Chichén Itzá, no estado de Yucatán (México).

    Em cada um desses complexos, localizados entre os sítios arqueológicos conhecidos como Monjas e Serie Inicial, há dezenas de estruturas que estão sendo mapeadas por especialistas, comunicou o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH).

    "Quatro conjuntos parecem ser habitacionais, enquanto um, dado que tem uma pequena pirâmide de cerca de cinco metros de altura, um quarto duplo no topo e uma escadaria associada, indica que poderia ter tido um uso ritual", disse o arqueólogo Francisco Pérez.

    Para os cientistas é muito importante estudar estes complexos habitacionais para saber mais sobre as pessoas que se estabeleceram nesta cidade maia pré-hispânica, das quais muito pouco se sabe.

    Descobertas inéditas

    De acordo com o relatório, uma mesa de pedra (de 1,66 metro de comprimento por 1,27 metro de largura) foi encontrada, com guerreiros e cativos esculpidos nas bordas, cuja idade está entre 900 e 1000 d.C. e que possivelmente pertencia a uma construção anterior que ainda não foi localizada.

    Artefatos encontrados em Chichén Itzá, México
    Artefatos encontrados em Chichén Itzá, México

    No local também foi descoberto um disco de pirita de 30 centímetros de diâmetro, considerado uma peça única de uma oferta que data entre 850 e 1200 d.C.

    Mesa de pedra descoberta na zona arqueológica de Chichén Itzá, no México
    Mesa de pedra descoberta na zona arqueológica de Chichén Itzá, no México

    "Estes discos eram objetos importantes para a elite maia. Em Chichén Itzá foram encontrados três que estão guardados no Museu Nacional de Antropologia e este é o quarto", disse o diretor da zona arqueológica, Marco Antonio Santos.

    Objetos descobertos na zona arqueológica de Chichén Itzá, no estado de Yucatán (México)
    Objetos descobertos na zona arqueológica de Chichén Itzá, no estado de Yucatán (México)

    Na década de 1930 foi realizado o primeiro levantamento arqueológico de Chichén Itzá, mas a atenção estava voltada para os conjuntos maiores e nenhum detalhe havia sido recolhido dos conjuntos intermediários menores.

    Mais:

    Arqueólogo descobre 27 sítios maias de 3.000 anos graças a mapa on-line gratuito (FOTOS)
    Grande Aquífero Maia: maior caverna subaquática do mundo passa por pesquisa colossal (FOTOS)
    O que contribuiu em peso para o 'colapso maia'?
    Tags:
    povo maia, Yucatán, México, maias, civilização
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar