09:58 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Encélado, o satélite gelado de Saturno de 500 quilômetros de diâmetro, tem um grande oceano subterrâneo, o que o torna um dos principais alvos para busca por vida extraterreste.

    Uma das características do satélite corresponde a vales profundos apelidados de "listras de tigre", de onde brotam jatos de vapor de água a grande altitude sobre a sua superfície. Estas formações foram detectadas pela primeira vez pela sonda espacial Cassini, revelando uma paisagem única no Sistema Solar.

    Uma equipe de cientistas do Instituto Carnegie, EUA, descobriu como estas rachaduras são formadas e conservadas.

    As referidas listas de tigre, que têm 130 quilômetros de comprimento e 35 de largura, são paralelas e separadas uniformemente pela superfície desta grande bola de neve que é Encélado.

    "O que as torna especialmente interessantes é que estão em erupção contínua de gelo de água. Não existem outros planetas ou luas onde acontece algo de semelhante", explica Doug Hemingway, autor principal do estudo publicado na revista científica Nature Astronomy.

    ​Encélado, uma das luas mais pequenas de Saturno, reflete 90% da luz solar.

    O grupo de cientistas está particularmente interessado em compreender por que as listras estão presentes apenas no polo sul da lua, e também por que as rachaduras estão tão afastadas.

    Aparentemente, a resposta à primeira pergunta é uma questão de cara ou coroa. Os pesquisadores desvendaram que as fissuras por onde saem os gêiseres poderiam ter sido formados em qualquer polo, no entanto o polo sul foi descoberto primeiro.

    O Encélado registra aquecimento interno devido à excentricidade de sua órbita. Às vezes, se aproxima mais de Saturno, outras vezes, está um pouco mais distante, o que faz com que a lua se deforme ligeiramente, se estique e depois se contraia, em resposta à força gravitacional de Saturno. Este processo impede que o satélite se congele completamente.
    As Listras de Tigre de Encélado
    © Foto / NASA, ESA, JPL, SSI, CASSINI IMAGING TEAM
    As Listras de Tigre de Encélado

    A razão principal para a formação das fissuras é o fato de que os polos da lua sofrem com os maiores impactos desta deformação gravitacional, por isso mesmo que a camada de gelo que está nos polos é mais fina.

    Durante os períodos de arrefecimento gradual no satélite, uma parte do oceano de Encélado congela. Por isso, se a água congela, ela expande. À medida que a crosta gelada engrossa por baixo, a pressão no oceano aumenta até que a crosta de gelo por fim se abre, criando uma rachadura. Devido ao gelo relativamente fino, os polos são mais suscetíveis ao aparecimento de grutas.

    Mais:

    NASA detecta enorme 'muralha' de hidrogênio ao redor do Sistema Solar (FOTO)
    NASA divulga FOTO da 'fronteira' do nosso Sistema Solar
    NASA poderia estudar 3º maior asteroide do Sistema Solar
    Tags:
    Sistema Solar, gelo, Encélado, Espaço, NASA, Cassini, Saturno
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar