14:48 22 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    7202
    Nos siga no

    Como todos sabemos, a vida do nosso Sol não é eterna e seu fim chegará um dia, e é exatamente isso que o vídeo do Observatório Europeu do Sul (ESO) mostra.

    Estrelas como o Sol queimam hidrogênio em seus núcleos durante a maior parte de suas vidas, contudo, quando o combustível chega ao fim, elas se transformam em gigantes vermelhas e ficam dez vezes maiores, engolindo os planetas próximos, e isso incluiria a Terra, afirma o observatório.

    No nosso sistema, o Sol seria um gigante vermelho que devoraria Mercúrio, Vênus e a Terra dentro de aproximadamente cinco bilhões de anos.

    As estrelas semelhantes ao Sol perdem suas camadas externas, deixando apenas um núcleo queimado, uma anã branca.

    Os cientistas nunca haviam encontrado uma evidência de que um planeta gigante sobreviveria em torno de uma anã branca. Entretanto, a detecção de um exoplaneta semelhante a Netuno, na WDJ0914+1914, pode ser a primeira de muitos outros orbitando tais estrelas.

    Mais:

    Telescópio da NASA captura VÍDEO de explosão nunca antes vista em cometa
    Em cena capturada pela NASA, raro 'cometa de Natal' explode próximo à Terra (FOTO, VÍDEO)
    Sonda da NASA desvenda segredos impressionantes do Sol (VÍDEOS)
    Tags:
    exoplanetas, planetas, estrelas, fim do mundo, terra, Sol
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar