13:07 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Linhas de transmissão de energia elétrica.

    Economia de bilhões: cientistas descobrem como não dissipar energia em linhas de transmissão

    © Sputnik / Natalia Seliverstova
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 80
    Nos siga no

    Cientistas da Rússia, EUA e Cazaquistão encontraram uma forma simples e original de reduzir a quantidade de energia elétrica dissipada das linhas de transmissão aplicando nanocompósitos com micropartículas de carbono nos fios condutores.

    Cientistas da Universidade Nacional de Pesquisa Nuclear do Instituto de Engenharia Física de Moscou (NIYaU-MEPhI, na sigla em russo), em parceria com colegas do Cazaquistão e dos EUA, realizaram uma pesquisa que pode reduzir a quantidade de energia elétrica dissipada das linhas de transmissão aplicando nanocompósitos com micropartículas de carbono nos fios condutores. Os resultados da pesquisa foram publicados na revista Journal of Physics D: Applied Physics.

    De acordo com especialistas, a principal causa da perda de energia elétrica nas linhas de transmissão é o fenômeno de descarga de corona – uma descarga elétrica produzida quando se forma um campo elétrico intenso, capaz gerar a ionização do ar. A situação é particularmente crítica com tempo úmido.

    As perdas totais de energia elétrica são estimadas em pelo menos US$ 3 bilhões por ano. O problema é notoriamente conhecido, mas nunca foi solucionado totalmente.

    "Nós conseguimos diminuir as perdas por descargas de corona em 20% a 40%, cobrindo os fios de alumínio com uma camada de nanocompósitos contendo nanopartículas de carbono. Nesse processo utilizamos o método de oxidação por plasma eletrolítico, uma vez que ele é simples e de fácil reprodução", disse à Sputnik um dos pesquisadores e professor da NIYaU-MEPhI, Zinetula Insepov.

    De acordo com os cientistas, o resultado da pesquisa permitirá um aumento considerável da eficiência energética das linhas de transmissão de alta tensão existentes, com vida útil de 20 a 40 anos, sem necessidade de trocar os fios.

    Essa tecnologia simples – que consiste basicamente na aplicação de uma capa anticorona nos fios – poderá ser aplicada em diversos ramos da engenharia elétrica nos quais haja necessidade de diminuir a perda de energia por descarga de corona.

    No futuro, a equipe de cientistas planeja expandir a escala da pesquisa e aplicar capas anticorona não só nos fios das linhas de transmissão, mas também nas próprias empresas fabricantes de cabos elétricos para as linhas de transmissão.

    Mais:

    Visitante interestelar pode 'morrer' ao se aproximar do Sol
    Detectada característica semelhante à do Sistema Solar a 320 anos-luz
    Misterioso acoplamento de galáxias intriga especialistas (FOTO)
    Tags:
    descarga elétrica, partículas, energia elétrica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar