19:22 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Guerreira amazonas com lança em uma floresta

    Fósseis de amazona cobertos por joias são achados em antigo campo de batalha na Armênia (FOTOS)

    © Depositphotos / Dmytro Saveliev
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1251
    Nos siga no

    Os fósseis da guerreira que "morreu em batalha" são de 2.500 anos atrás e foram descobertos na Armênia por arqueólogos. Ela possuía em torno de vinte anos quando faleceu e foi enterrada com joias, conforme confirmado por especialistas.

    Aparentemente, a guerreira sobreviveu depois de ser atingida por uma flecha na região do seu fémur esquerdo, visto que seus ossos demonstram sinais de recuperação depois da ferida de guerra.

    Pesquisadores liderados por Anahit Khudaverdyan descobriram os fósseis em sítio arqueológico na montanhosa província de Lori, na Armênia.

    Fósseis de guerreira armênia encontrados em sítio arqueológico / Gravura 1
    Fósseis de guerreira armênia encontrados em sítio arqueológico / Gravura 1

    De acordo com os pesquisadores da Academia Nacional de Ciências da República da Armênia, citados pelo tabloide Daily Mail, a guerreira provavelmente faleceu no outrora campo de batalha devido ao resultado de feridas como a apresentada em seu osso pélvico.

    A opulência da grande quantidade de objetos e joias encontrados em seu túmulo sugere que a guerreira possuía "alto status". Além de sua trajetória fantástica como guerreira, seus ossos também indicam que ela foi uma habilidosa amazona. "O ligamento de seus músculos era bem forte, o que sugere que ela era uma arqueira", comentou Khudaverdyan.

    Relatos da antiga Grécia sugerem que nas montanhas do Cáucaso havia as famosas amazonas. A descoberta no sítio arqueológico armênio reforça essa narrativa, uma vez que se trata da segunda descoberta do tipo na região.

    Fósseis de guerreira armênia encontrados em sítio arqueológico / Gravura 2
    Fósseis de guerreira armênia encontrados em sítio arqueológico / Gravura 2

    Esta mulher, que viveu há mais de dois milênios, foi descrita pela pesquisa da Academia Nacional de Ciências como "guerreira profissional, que foi enterrada como indivíduo de destaque".

    Mais:

    Entomólogo dos EUA acredita ter identificado fósseis de insetos em Marte (FOTO)
    Caçador de fósseis acha 'esfera brilhante' com criatura marinha pré-histórica (VÍDEO)
    'Pé Grande' é avistado em montanhas de cidade norte-americana (VÍDEO)
    Tags:
    sítio arqueológico, arqueologia, Armênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar