00:45 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    161
    Nos siga no

    Os pequenos jatos de plasma solar que jorram por toda superfície do Sol são originados pela reconexão magnética.

    Os cientistas conheciam as ejeções de massa coronal na superfície do Sol desde 1877, mas sua origem sempre foi um mistério.

    Em um novo estudo publicado pela Science, os pesquisadores acreditam ter encontrado a resposta para o enigma, graças ao novo Telescópio Solar Goode, de altíssima resolução.

    Novas observações dos erupções solares mostram que elas são criadas por interações no campo magnético no Sol e fornecem energia à corona.  

    As erupções no Sol duram apenas alguns minutos, o que dificulta o seu estudo e, por isso, os cientistas continuam se perguntando por que motivo a coroa do Sol é mais quente que sua superfície.

    O telescópio de alta resolução permite ver os pormenores e isso contribuiu para que os cientistas encontrassem algo novo.

    Jatos de plasma magnetizado
    Jatos de plasma magnetizado

    Um pouco antes da erupção, se forma uma mancha na superfície do Sol no mesmo local onde havia um campo magnético invertido. Tal achado sugere que as ejeções de plasma poderiam ocorrer em resultado da reconexão magnética.

    Essa reconexão surge quando linhas de campo magnético dispostas de forma oposta entram em choque, convertendo a energia magnética em energia cinética e calor. Seria esse o processo responsável pela formação de erupções.

    Comparando os dados do telescópio Goode com os dados do Observatório de Dinâmica Solar da NASA, os cientistas observaram uma cintilação dos átomos de ferro carregados que surgiam diretamente sobre a localização da erupção.

    Essa cintilação indica que o plasma na erupção havia atingido uma temperatura de um milhão de graus centígrados.

    Mais:

    Vídeo impressionante: NASA captura uma erupção solar de classe rara (VÍDEO)
    Astrônomos mostram como Sol faz colapsar sua própria erupção (VÍDEO)
    Inscrições mesopotâmicas revelam que Terra foi atingida por tempestade solar há 2.700 anos
    Tags:
    estudo, erupção solar, erupção, bolha, Sol
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar