14:27 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Asteroide aproxima-se da Terra

    Asteroide semelhante a meteoro que caiu na Rússia se aproxima da Terra

    © Foto / Agência Espacial Europeia
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    350
    Nos siga no

    Um asteroide de 20 metros de diâmetro está passando pela Terra a 43.200 km/h, a uma altitude de apenas 173.568 quilômetros.

    A distância média entre a Terra e a Lua é de 384.472 quilômetros, o que faz o voo do asteroide seja menos da metade da distância entre nós e a Lua. Trata-se de uma escapada por um triz, mas não é a aproximação recente mais perigosa de um asteroide.

    O 2019 VD só foi avistado pelos caçadores de rochas espaciais da NASA em 25 de outubro, o que significa que eles tiveram pouco tempo para averiguar os números e avaliar o nível de ameaça.

    A rocha espacial tem aproximadamente o mesmo tamanho que o infame meteoro Chelyabinsk que explodiu nos céus acima da Rússia, causando danos generalizados a 7.200 edifícios e ferindo mais de 1.000 pessoas.

    Asteroide (imagem referencial)
    Asteroide (imagem referencial)

    2019 VD é um asteroide do tipo Apollo, o que significa que ele tem um potencial muito maior de se cruzar com a Terra, intersectando nossa órbita ao redor do Sol, embora sua própria órbita leve aproximadamente 1.477 dias, ou cerca de quatro anos.

    Felizmente, o Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra (CNEOS, na sigla em inglês) da NASA determinou que, embora seja muito perto, não se espera que o asteroide atinja a Terra, passando pela Lua a uma distância de 254.437 quilômetros às 3h17, e passando pelo ponto mais próximo da Terra às 6h44.

    Devido à eventual passagem por outros planetas maiores como Júpiter, cuja gravidade irá alterar seu curso, esta será provavelmente a primeira e última visita que o VD fará a esta parte do Sistema Solar por algum tempo.

    Mais:

    Extinção em massa: surge mais evidência de que asteroide acabou de vez com dinossauros
    Alerta de asteroides: 4 rochas espaciais passam perto da Terra hoje, adverte NASA
    Asteroides e galáxias: outubro recheado de surpresas espaciais nunca antes vistas
    Tags:
    espaço, meteoro, asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar