21:53 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Diabo

    Maldição demoníaca do século VI é finalmente desvendada (FOTO)

    © Foto / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2106
    Nos siga no

    Uma gravura grega de 1.500 anos em uma placa de chumbo, descoberta nas ruínas de um antigo teatro em Israel, foi finalmente decifrada, revelando uma maldição antiga, escreve o portal Live Science.

    O artefato foi encontrado entre 1949 e 1954, mas a inscrição era difícil de ser desvendada. Para decodificar, pesquisadores utilizaram o mapeamento de textura polinomial para recriação de imagens do artefato de todos os ângulos.

    ​Segundo publicação, a maldição convoca numerosos demônios para causar danos a um dançarino chamado Manna, que provavelmente se apresentava no famoso teatro Caesarea Maritima em Israel, construído por Herodes, o Grande.

    Pesquisadores acreditam que o autor da maldição e o dançarino Manna pertenciam a facções rivais. A maldição é do século VI, uma época em que o Império Bizantino controlava a cidade.

    Cristianismo e magia negra

    A maldição possui 110 linhas e é um pedido aos demônios do céu, do ar, da terra, do subterrâneo, do mar, dos rios, das primaveras e muitos outros demônios para machucar Manna, fazendo com que ele tenha as penas amarradas para que não dançasse, cegando-o e tirando todo seu equilíbrio.

    Embora o cristianismo fosse a religião oficial na época, a maldição confirma que a cristianização do Império Romano não impediu que magia negra se propagasse e ganhasse força, explicou o portal.

    Mais:

    Maldição dos faraós: artefato egípcio antigo é apreendido em leilão de Londres (FOTOS)
    'Maldição' do faraó pode voltar? Tumba de Tutancâmon tem portas abertas
    Ídolo do demônio pode ser primeiro indício de civilização na Terra (FOTOS)
    Tags:
    Israel, mistério, possessão demoníaca, antiguidade, maldição
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar