20:07 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    572
    Nos siga no

    Pesquisadores descobrem que a Andrômeda, galáxia vizinha da nossa, poderia se colidir com a Via Láctea e absorver nosso Sistema Solar daqui a quatro bilhões de anos.

    A descoberta foi feita após um grupo de cientistas achar, em um estudo, estrelas oriundas de galáxias diferentes no interior da Andrômeda. As estrelas teriam parado na auréola de Andrômeda há milhões de anos atrás.

    Analisando a Andrômeda, o grupo de cientistas concluiu que a Via Láctea poderá ser a próxima "vítima" da galáxia "canibal", publicou o estudo a revista científica Nature.

    "A Via Láctea está em curso de colisão com Andrômeda daqui a uns quatro bilhões de anos", disse Dougal Mackey, professor de Astronomia e Astrofísica da Universidade Nacional da Austrália e codiretor do estudo.

    Fóssil espacial

    Explicando como os cientistas chegaram a essa conclusão, Mackey disse que os restos de grupos de estrelas achados em Andrômeda, mais conhecidos como cúmulos globulares, são oriundos de outras galáxias. O estudo destes "fósseis" de outras galáxias não é algo novo na astronomia.

    "Cavamos através dos fósseis de galáxias que morreram faz muito tempo", disse Geraint Lewis, professor da Universidade de Sidney e coautor do estudo.

    A Andrômeda tem pelo menos 10 bilhões de anos e está a cerca de 2,5 milhões de anos-luz de nossa galáxia. Sua auréola estelar é muito maior do que a da Via Láctea, o que prova que ela poderá absorver galáxias inclusive maiores do que a nossa.

    Mais:

    NASA mostra FOTO colorida de galáxia localizada a milhões de anos-luz da Terra
    Astrônomos descobrem 39 galáxias de existência inexplicável
    Buraco negro estaria ficando 'descontrolado' no centro da nossa galáxia
    Tags:
    colisão, fusão, Via Láctea, espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar