21:34 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Ilustração artística de dois buracos negros

    Milhões de buracos negros passam pela Via Láctea mais rápidos do que 'balas', dizem astrônomos

    © NASA .
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2110
    Nos siga no

    Os astrônomos explicam que a Via Láctea pode estar cheia de buracos negros que atravessam a galáxia em velocidades mais rápidas do que as de uma bala.

    Um estudo recente indica que a grande maioria dos buracos negros da nossa galáxia está viajando a velocidades incríveis devido ao impulso de recuo que recebem após o colapso de uma supernova.

    Tipicamente, tem-se pensado nos buracos negros como estrelas supermassivas que colapsaram sobre si mesmas após a explosão de uma supernova e, portanto, mantêm sua velocidade e trajetória.

    Contudo, os pesquisadores dizem agora que os buracos negros podem ser violentamente impelidos através da galáxia como resultado do recuo de uma supernova – um efeito conhecido como o pontapé de Blaauw. Este efeito foi previamente observado em estrelas de nêutrons e agora os cientistas dizem que os buracos negros são propensos ao mesmo efeito.

    De fato, a pesquisa sugere que essas explosões são tão poderosas que podem "chutar" os buracos negros através da galáxia a velocidades superiores a 70 km/s, escreve a Science Alert.

    Correndo pela galáxia

    Um grupo de cientistas da Universidade de Curtin (Austrália) e do Centro Internacional de Pesquisa em Radioastronomia (ICRAR) analisou órbitas de 16 sistemas de estrelas duplas, nas quais uma estrela colapsou e formou um buraco negro.

    "Nós rastreamos como esses sistemas estavam se movendo em nossa galáxia – então, descobrimos suas velocidades hoje, retrocedemos no tempo e tentamos entender qual era a velocidade do sistema quando ele nasceu, individualmente para cada um desses 16 sistemas", disse a astrônoma Pikky Atri do ICRAR.

    Através da pesquisa, foi possível determinar que 12 dos 16 sistemas estudados apresentaram altas velocidades que potencialmente indicam que tal "pontapé" ocorreu no passado.

    "Com base nas velocidades, você pode realmente descobrir se eles nasceram com uma explosão de supernova, ou se as estrelas apenas colapsaram diretamente sobre si mesmas sem uma explosão de supernova", complementou.

    Ondas de gravidade geradas por dois buracos negros
    © REUTERS / Projeto SXS
    Ondas de gravidade geradas por dois buracos negros

    De acordo com algumas estimativas, considera-se que existam 10 milhões de buracos negros em nossa galáxia, então 7,5 milhões de buracos negros estão potencialmente acelerando como loucos em toda a galáxia neste momento.

    "O buraco negro mais próximo, pensamos que está a 2 quiloparsecs [6.523 anos-luz] de distância […] É muito, muito longe. Então não há chance de sermos sugados por um buraco negro tão cedo", conclui Atri.

    Mais:

    Buraco negro supermassivo pode 'engolir' todo o Universo, alerta astrônomo
    Misteriosos fluxos saindo de buracos negros estariam modelando galáxias
    Cientistas comentam possível detecção de buraco negro tão grande que 'não deveria existir'
    Tags:
    supernova, Via Láctea, Via Láctea, galáxia, buraco negro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar