00:55 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Céu noturno na região russa de Krasnodar durante a chuva de meteoros Perseidas

    Astrônomos detectam 8 novos sinais de rádio procedentes do espaço

    © Sputnik / Vitaly Timkiv
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    580
    Nos siga no

    O fenômeno pode revelar uma "informação muito importante" sobre o Universo, considera o astrônomo Ziggy Pleunis da Universidade McGill, no Canadá.

    Uma equipe de astrônomos que trabalha com o radiotelescópio chamado Experimento Canadense de Cartografia da Intensidade do Hidrogênio (CHIME, por sua sigla em inglês) detectou 8 fontes de rajadas rápidas de rádio (FRB, em inglês) repetitivas, aumentando o número de fenômenos deste tipo conhecidos até 10. O estudo que descreve o fenômeno vai logo ser publicado na revista Astrophysical Journal Letters.

    Trata-se de breves explosões de ondas de rádio que vêm desde fora da nossa galáxia e cuja energia pode superar 500 milhões de vezes as emissões do nosso Sol. Quase todas as FRB detectadas anteriormente não se repetem, o que dificulta o estudo das causas deste fenômeno enigmático.

    As FRB detectadas agora também não se repetem de modo preciso, elas não costumam ser emitidas em intervalos regulares, mas tendem a agrupar-se. "Às vezes a fonte não explode durante horas [...] e depois, de repente, se produzem múltiplas rajadas em um breve período de tempo", explicam cientistas.

    "Creio que há informação muito importante nessa estrutura, que temos de entender como codificar", afirmou o cientista.

    As fontes de FRB podem ser comparadas com vulcões terrestres e poderiam estar "dormindo" por muito tempo antes de emitir novos sinais.

    Tw: Cientistas da Universidade McGill, no Canadá, detectaram com radiotelescópio sinais de rádio repetitivos procedentes do espaço profundo.

    Mais:

    Júpiter teria 'engolido' outro planeta grande, alegam cientistas
    Astrônomos da NASA escolhem lugar para pouso no 'asteroide apocalíptico'
    Simulação com 8 milhões de universos traz à tona falhas em teorias do nosso Universo
    Tags:
    sinais, cientistas, Universo, Cosmos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar