13:47 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Pessoas observam consequências do terremoto que sacudiu o Irã em 12 de novembro de 2017

    Pequeno fenômeno tectônico poderia ser chave para prever terremotos

    © AP Photo / Pouria Pakizeh
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10

    Pela primeira vez, cientistas analisam 1,8 milhão de tremores de pequena magnitude. Os abalos sísmicos antecederam, por volta de 72%, grandes terremotos durante nove anos.

    Analisando dados sísmicos em simulações computadorizadas, cientistas descobriram que entre 2008 e 2017 ocorreram 10 vezes mais sinais sísmicos do que o registrado.

    Em medições reais não computadorizadas, os abalos de pequena magnitude não eram praticamente percebidos, pelo fato de marcarem menos de 1 grau na escala Richter.

    Os cientistas mostraram, em estudo publicado pela Geophysical Research Letters, que os pequenos abalos surgiam em média 16,6 dias antes de grandes terremotos. Isso poderia ajudar a prever outros fotres terremotos.

    "Estamos avançando nos prognósticos estatísticos de terremotos, embora não sejam previsões de sim ou não", disse o sismólogo Daniel Trugman, coautor da publicação no site da Biblioteca Nacional de Los Alamos, Estados Unidos.

    No entanto, os tremores observados possuem comportamento específico, o que dificulta a previsão de grandes terremotos.

    No momento atual, os pesquisadores tentam refinar suas análises para criar um método que preveja abalos sísmicos com maior exatidão.

    Tags:
    ciência, sismologia, terremoto
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar