10:05 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Degelo de geleira na Groenlândia

    NASA expõe FOTOS chocantes da 1ª geleira islandesa declarada morta

    © AP Photo / David Goldman
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    5156
    Nos siga no

    Imagens de satélites capturadas pela NASA mostraram o chocante e gradual desaparecimento da enorme geleira islandesa Okjokull, nas últimas três décadas.

    A geleira, também conhecida como Ok, derreteu durante todo o século XX e foi oficialmente declarada morta em 2014.

    De acordo com a agência espacial americana, um mapa geológico de 1901 estimou que a Ok cobria uma área de cerca de 38 km², enquanto que em 1978, imagens aéreas mostraram que a geleira media 3 km². Hoje, essa grande massa de neve abriga menos de 1 km² de gelo.

    A diferença drástica na aparência da geleira pode ser vista na comparação das fotografias tiradas em 1986 e 2019. Na primeira foto, a Okjokull aparece como uma mancha branca sólida cobrindo uma enorme encosta de montanha, mas na segunda pode-se ver apenas um círculo de gelo no topo de um vulcão e algumas áreas geladas próximas.

    Imagens comparativas da geleira islandesa Okjökull tiradas pelo satélite da NASA em 1986 e 2019
    Imagens comparativas da geleira islandesa Okjökull tiradas pelo satélite da NASA em 1986 e 2019

    Pesquisadores se reunirão no dia 18 de agosto no topo do vulcão Ok, no centro-oeste da Islândia, para colocar uma placa memorial com um severo alerta sobre a emergência climática.

    ​Em 18 de agosto de 2019, os cientistas estarão entre aqueles que se reunirão para um memorial no topo do vulcão Ok, no centro-oeste da Islândia. A falecida que está sendo lembrada é Okjokull – uma geleira outrora icônica que foi declarada morta em 2014

    "A Ok é a primeira geleira islandesa a perder o seu status de geleira. Nos próximos 200 anos, espera-se que todas as nossas geleiras sigam o mesmo caminho", lê-se na placa intitulada Uma Carta para o Futuro.

    A mensagem, datada de agosto de 2019 e acompanhada da taxa dos atuais níveis de dióxido de carbono emitidos na atmosfera, continua afirmando que "com este monumento reconhecemos que sabemos o que está acontecendo e o que precisa ser feito", complementando que "só no futuro saberemos se o fizemos".

    Mais:

    Catástrofe viria com derretimento de geleiras, diz estudo
    Risco para planeta? NASA posta FOTO de enorme cavidade sob geleira da Antártica
    Ursa Polar enfrenta geleira em ruínas para encontrar filhote (FOTO)
    Tags:
    NASA, derretimento, mudanças climáticas, aquecimento global, geleira, Islândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar