13:47 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Iphone quebrado

    A um passo da surdez: como gadgets podem se tornar arma destruidora da nossa audição

    © AP Photo / Ben Margot
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10

    Pesquisa revelou que algumas funções acústicas de gadgets poderiam ser manipuladas à distância. Malfeitores poderiam causar danos à saúde usando malware.

    Um pesquisador da área de segurança cibernética chamado Matt Wixey descobriu que diversos tipos de gadgets poderiam se tornar verdadeiras armas acústicas.

    Matt testou notebooks, celulares, headphones e muitos outros aparelhos com funções acústicas. Os testes revelaram que os aparelhos poderiam ser manipulados para emitir sons ensurdecedores, capazes de desorientar o usuário e causar danos a órgãos.

    Os testes na verdade foram experimentos que fizeram parte de um trabalho de doutorado. O objetivo era descobrir como malwares poderiam causar danos físicos aos seres humanos. Ao longo da pesquisa, Matt queria saber se aparelhos com acústica poderiam ser manipulados, produzindo sons altos e de baixa frequência, informou a BBC.

    O pesquisador concluiu que alguns vírus poderiam utilizar vulnerabilidades de dispositivos para emitir sons daninhos à saúde por longo período.

    "Alguns ataques se aproveitam de vulnerabilidades conhecidas de um dispositivo em particular, o que pode ser feito tanto localmente como remotamente em alguns casos. Outros ataques só são possíveis se houver proximidade ou acesso físico ao aparelho", disse Wixey.

    Ao longo dos experimentos, Wixey conseguiu fazer com que um dos aparelhos reproduzisse um som tão forte que foi capaz de danificar o próprio dispositivo.

    Atualmente o cientista está entrando em contado com alguns fabricantes de gadgets com o intuito de melhorar a segurança de aparelhos eletrônicos.

    Mais:

    Huawei pausa a produção de smartphones após ser incluída em lista negra dos EUA
    Exodus, o programa espião que pode infectar e hackear todo o seu smartphone
    Indiana é decapitada após supostamente cabo de fones de ouvido ter ficado preso em elevador
    Tags:
    som, vírus, cyberataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar