16:18 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Faraó Tutancâmon (imagem referencial)

    Sarcófago dourado do rei Tutancâmon é exibido pela 1ª vez no Egito fora do túmulo (FOTOS)

    CC BY 2.0 / Carsten Frenzl
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2220
    Nos siga no

    O sarcófago do rei Tutancâmon foi fotografado fora da tumba pela primeira vez desde a sua descoberta em 1922.

    O ataúde banhado a ouro do jovem rei do Egito, que alguns acreditam ser amaldiçoado, está sendo restaurado com urgência junto com milhares de outros artefatos para uma nova exibição do museu.

    Arqueólogos se apressam a reparar o sarcófago danificado, que está muito frágil e abrindo fendas.

    "Análises preliminares da parte exterior do ataúde, realizadas dentro da tumba, revelaram que a peça está muito frágil", escreveu em comunicado o Ministério de Antiguidades do Egito.

    Sarcófago do jovem rei Tutancâmon é visto durante os trabalhos de restauração no Grande Museu Egípcio em Gizé
    © REUTERS / Mohamed Abd El Ghany
    Sarcófago do jovem rei Tutancâmon é visto durante os trabalhos de restauração no Grande Museu Egípcio em Gizé

    "O sarcófago desenvolveu também rachaduras nas camadas douradas de gesso, especialmente na tampa e na base. Agora é necessário realizar uma intervenção imediata para restaurar o sarcófago em um ambiente adequado", revela The Sun.

    É a primeira vez desde sua descoberta que o ataúde dourado do rei Tutancâmon está sendo reparado por arqueólogos.

    Arqueólogo durante trabalhos de restauração da múmia do jovem rei Tutancâmon no Grande Museu Egípcio em Gizé
    © REUTERS / Mohamed Abd El Ghany
    Arqueólogo durante trabalhos de restauração da múmia do jovem rei Tutancâmon no Grande Museu Egípcio em Gizé

    A fantástica descoberta da tumba do faraó da 18ª dinastia no Vale dos Reis, em Luxor, foi feita em 1922. Até àquela época, a tumba com cerca de 5.000 artefatos permaneceu intacta.

    Muitas pessoas acreditam que os restos mortais de Tutancâmon são amaldiçoados, sendo que a abertura do sarcófago foi seguida por uma série de mortes de pessoas que estiveram envolvidas na descoberta.

    Arqueóloga trabalha perto do sarcófago do faraó Tutancâmon no Grande Museu Egípcio em Gizé
    © REUTERS / MOHAMED ABD EL GHANY
    Arqueóloga trabalha perto do sarcófago do faraó Tutancâmon no Grande Museu Egípcio em Gizé

    Arqueólogos, e mesmo familiares deles, morreram vítimas de doenças horríveis ou em acidentes muito estranhos, algumas pessoas dizem que estas mortes não foram simplesmente uma coincidência.

    O sarcófago do faraó Tutancâmon e a coleção de tesouros da tumba deverão ser as peças centrais do novo Grande Museu Egípcio (GEM), que deverá abrir suas portas no próximo ano perto da Pirâmide de Gizé.

    Mais:

    'Maldição' do faraó pode voltar? Tumba de Tutancâmon tem portas abertas
    Egito teria sido governado por 2 rainhas antes de Tutancâmon
    Tags:
    Luxor, museu, maldição, múmia, Egito, faraó, tumba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar