03:02 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Colisão entre as galáxias NGC 1410 e NGC 1409

    Maior colisão entre 2 galáxias desde Big Bang poderia esclarecer formação do Universo

    © Foto/ NASA, William C. Keel (Universidade do Alabama, Tuscaloosa)
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    110
    Nos siga no

    Pela primeira vez, uma equipe de astrônomos observou como dois gigantes aglomerados de galáxias estão prestes a colidir.

    Com isso, os especialistas esperam encontrar as peças que faltam para completar o "quebra-cabeça" para a compreensão da formação do Universo, já que essa colisão poderia ser a maior desde o Big Bang.

    "Como a colisão leva mais de uma vida, capturar o momento em que elas se colidem pela primeira vez, provou ser confuso", declara o Centro Internacional de Pesquisa em Radioastronomia, conforme o portal Phys.org.

    Quando as galáxias colidirem completamente, elas criação um cinturão quente de gás que é 100 milhões de graus mais quentes do que o Sol. Contudo, vale destacar que as colisões de aglomerados de galáxias podem levar bilhões de anos.

    De acordo com os astrônomos, esse será o "primeiro beijo" entre as duas galáxias, conhecidas como 1E 2216.0-0401 e 1E 2215.7-0404, conforme estudo publicado pela Nature Astronomy.

    Imagem da NASA mostra duas poderosas galáxias espirais se separando
    Imagem da NASA mostra duas poderosas galáxias espirais se separando

    A equipe liderada por Liyi Gu, do Instituto Nacional Riken de Ciências no Japão, anunciou a descoberta envolvendo os dois grandes aglomerados, permitindo aos astrônomos testar suas simulações computadorizadas, mostrando que, nos primeiros momentos, uma onda de choque é criada entre os aglomerados e viaja perpendicularmente ao eixo de colisão.

    "Estes aglomerados mostram a primeira clara evidência para este tipo de choque de fusão", afirmou Liyi Gu.

    A partir de agora, a equipe, liderada por Liyi Gu, planeja obter outras fotos do processo de colisão, para construir um modelo capaz de descrever completamente a evolução das colisões entre aglomerados de galáxias.

    Mais:

    Galáxia elíptica brilhante é observada no espaço
    Astrônomos desvendam enigma de misteriosa galáxia 'sem matéria escura'
    NASA tira FOTO do momento de separação de 2 poderosas galáxias espirais
    Tags:
    Universo, especialistas, astrônomo, pesquisas, estudos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar