16:43 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Sol afeta planetas ao seu redor (apresentação artística)

    Colonização sideral? Novos planetas semelhantes à Terra foram descobertos na Via Láctea

    CC0 / Pixabay/kalhh
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    270
    Nos siga no

    Uma equipe de pesquisadores internacionais descobriu dois novos planetas semelhantes à Terra dentro da Via Láctea perto de uma dos sois vizinhos mais próximos, a estrela de Teegarden.

    Os cientistas do estudo, liderado pela Universidade de Gottingen (Alemanha), anunciaram a descoberta dos novos exoplanetas, Teegarden b e c, e já logo o colocaram na lista dos 20 principais candidatos à futura colonização.

    Os astros orbitam a estrela de Teegarden, uma anã vermelha vizinha localizada a 12,5 anos-luz de distância na constelação de Áries, considerada uma das menores estrelas já descobertas. Descoberta em 2003, essa estrela anã de oito bilhões de anos é 10 vezes mais leve do que o Sol.

    "Os dois planetas se assemelham aos planetas internos do nosso Sistema Solar", explica Mathias Zechmeister, astrofísico da Universidade de Gottingen e autor principal do estudo sobre a descoberta.

    "Eles são apenas ligeiramente mais pesados do que a Terra e estão localizados na chamada zona habitável, onde a água pode estar presente na forma líquida", complementou.

    Quais as características dos novos planetas?

    Graças às temperaturas que variam de 0 a 50 graus Celsius, Teegarden b tem 60 % de chance de um ambiente de superfície temperada adequado para habitação.

    Dada a sua massa e exposição mínima à radiação, Teegarden b, que completa a sua órbita em apenas 4,9 dias terrestres, obteve o maior Índice de Similaridade com a Terra (ESI, na sigla em inglês).

    Já o Teegarden c só tem 3% de chance de ter um ambiente de superfície temperado, com uma temperatura de superfície calculada de 47 graus Celsius negativos, que é semelhante às temperaturas em Marte. O exoplaneta completa sua órbita em 11,4 dias terrestres.

    "Ambos os planetas têm uma massa mínima próxima a uma massa terrestre, e […] uma composição rochosa, parcialmente de ferro ou água", escreveu a equipe em suas descobertas.

    ​Recriação da viagem entre o Sistema Solar e o sistema da estrela Teegarden, em que Teegarden b e Teegarden c podem ser vistos

    Não faça suas malas ainda, pois mais pesquisas são necessárias para determinar o quão viável pode ser a futura habitação humana desses exoplanetas. Uma grande preocupação é a rapidez com que eles orbitam sua estrela, o que pode tornar a vida lá miserável ou impossível.

    Os astrônomos admitem que possam existir mais planetas no mesmo sistema e aguardam poder contar com telescópios gigantes previstos para a próxima década, que poderão permitir recolher imagens diretas dos planetas e estrelas.

    Mais:

    Matéria escura pode estar vazando para nosso Universo de outra dimensão
    Universo que você nunca viu: imagens enigmáticas do mundo submerso do oceano mundial
    Rússia planeja lançar telescópio para buscar buracos negros e de minhoca no Universo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar