22:46 22 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Cientistas chilenos encontraram uma série de meteoritos no deserto de Atacama, que podem ser a chave para explicar a origem do Sistema Solar, de acordo com Millarca Valenzuela, chefe da investigação.

    "Os meteoritos que encontramos são do tipo mais primitivo que se conhece", disse a cientista da Universidade Católica do Norte, durante uma coletiva de imprensa.

    Nossa investigadora Millarca Valenzuela, acadêmica da Universidade Católica do Norte, lidera o descobrimento de meteoritos-chave para entender a origem do Sistema Solar no deserto de Atacama

    ​A investigadora explicou que os objetos encontrados "contêm os primeiros materiais sólidos condensados, quando o Sistema Solar estava se formando, e que carregam a evidência mais antiga dos primeiros estágios de formação dos planetas", assinalou.

    Este tipo de meteoritos, chamados "condritos carbonáceos" são muito buscados pelos pesquisadores, já que são escassos e difíceis de serem detectados. O deserto de Atacama é um lugar ótimo para procurar este tipo de rochas extraterrestres devido à aridez do local.

    Os meteoritos incluem materiais de distintas origens, mas também contêm matéria orgânica básica, como aminoácidos e minerais com água, em sua estrutura, provenientes da nebulosa que originou o Sistema Solar, segundo a pesquisadora.

    Millarca Valenzuela é geóloga e um dos principais investigadores de meteoritos no Chile. Em 2017, o asteroide 11819 entre Júpiter e Marte foi batizado em sua honra.

    Tags:
    Sistema Solar, descoberta, meteorito, Chile
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar