06:15 24 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira da Vitória

    Professor americano recorda papel decisivo da União Soviética na derrota dos nazistas

    © Sputnik /
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    7180
    Nos siga no

    O professor americano Karl Qualls expressou a sua surpresa perante a campanha publicitária em torno da celebração, nos EUA, do aniversário do desembarque dos Aliados na Normandia em 1944, recordando o papel do Exército soviético na vitória sobre o nazismo.

    Segundo Qualls, as tropas soviéticas fizeram mais para derrotar a Alemanha do que ninguém. Os aliados começaram a desembarcar no norte da França, na Normandia, em 6 de junho de 1944, abrindo a Segunda Frente contra as forças nazistas na Europa durante a Segunda Guerra Mundial.

    Essa foi maior operação de desembarque da história. Entretanto, o historiador americano indica no Twitter que Dia D, como essa data é chamada, não foi a ação principal na luta contra o nazismo.

    "Como historiador da Rússia, estou cansado de todo esse hype sobre o Dia D. Sim, foi grande, importante, devastador, mas o Exército da União Soviética estava combatendo e morrendo por 3 anos antes de Dia D, e estava expulsando os nazistas por mais de um ano antes de alguém ter desembarcado na praia de Omaha".

    As maiores perdas durante a guerra foram sofridas pelas tropas alemãs na Frente Oriental. O exército soviético capturou e derrotou 607 divisões inimigas. As perdas irrecuperáveis da Alemanha e dos seus aliados na frente soviético-alemã atingiram mais de 8,5 milhões de pessoas.

    Mais de 75% de todas as armas e equipamentos militares do inimigo foram capturados e destruídos. As perdas humanas totais (durante a guerra) do povo soviético ascenderam a cerca de 27 milhões de pessoas. Karl Qualls formou-se nas universidades de Missouri e Georgetown. Ele é professor de história no Dickinson College, especialista em história da Rússia, Alemanha e Europa Oriental.

    Mais:

    Novo documentário revela como a URSS venceu Hitler na Segunda Guerra Mundial (VÍDEO)
    Russos, brasileiros e judeus se reúnem para lembrar a Segunda Guerra Mundial
    Finlândia admite culpa em massacres de judeus e soviéticos na Segunda Guerra Mundial
    Tags:
    nazistas, aliados, Segunda Guerra Mundial, desembarque, Normandia, União Soviética
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar