22:24 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Escudos (imagem referencial)

    Descoberta do século: escudo único de 2.400 anos é encontrado na Inglaterra (FOTOS)

    CC BY-SA 2.0 / Adam Wyles
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 180

    Um escudo bem preservado encontrado na Inglaterra, feito de casca de árvore, pode ser a descoberta do século e revolucionar tudo o que se sabe sobre armamento celta.

    O escudo foi encontrado no condado de Leicestershire e, segundo os arqueólogos, tem 2.400 anos, sendo o primeiro escudo de sempre encontrado na Europa feito deste material, destaca o Daily Mail.

    Todos os outros artefactos deste tipo anteriormente desenterrados na Europa eram de madeira ou de metal.

    O uso deste escudo, feito de um material muito mais leve que outros tipos de escudos, teria permitido ao seu dono se movimentar mais rápido, uma vez que não restringiria os movimentos.

    Rachel Crellin, professora especializada na pré-história na Universidade de Leicester, explica o que torna este achado tão especial.

    "Itens feitos de casca de árvores eram provavelmente objetos muito comuns na antiga Bretanha, mas raramente sobreviveram [até nossos dias]. Por isso é um enorme privilégio poder examinar este escudo. Ele contém muitas informações sobre a sociedade da Idade do Ferro e práticas artesanais da época", destacou Crellin.

    A análise revelou que o escudo era reforçado com tiras de madeira, equipado com um aro e uma pega para facilitar a utilização.

    A análise de radiocarbono mostrou que objeto foi fabricado entre 395 e 255 d.C., a partir de casca de amieiro, salgueiro ou aveleira.

    As tiras de madeira que reforçavam o escudo eram feitas de madeira de macieira, pereira ou marmeleiro, segundo investigadores da Universidade de Iorque.

    Mais:

    Grutas com ossos judaicos de 2.000 anos são encontradas em Jericó (FOTOS)
    Hieróglifos de 3.500 anos encontrados na Turquia podem desvendar história de antigo reino (FOTOS)
    Tags:
    Europa, achado, escudo, Inglaterra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar