03:38 17 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Vulcão (imagem referencial)

    Cientistas revelam origem de misterioso passado vulcânico das Bermudas

    CC BY 2.0 / David Stanley
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10

    Investigadores afirmam que recentes descobertas mudam o entendimento anterior sobre o vulcanismo, fornecendo novas ideias sobre a chamada zona de transição no manto da Terra, que contém verdadeiros oceanos.

    A zona de transição é uma parte do manto terrestre que fica entre manto inferior e superior, em uma profundidade entre 410 e 660 quilômetros, com cerca de 250 quilômetros de espessura.

    Geólogos identificaram um mecanismo, anteriormente desconhecido, de criação de vulcões que levou à formação das ilhas Bermudas.

    As Bermudas geologicamente são de origem vulcânica e se situam em cima de uma montanha vulcânica submersa. O aparecimento destas ilhas tem sido associado à "subida" de matéria super quente proveniente do manto terrestre, o mesmo processo de formação que está também na origem do Havaí e da ilha da Páscoa.

    A cadeia de ilhas do Havaí resultou do movimento da Placa do Pacífico sobre um lugar extremamente quente no manto profundo, localizado por baixo das ilhas do Havaí.

    O calor proveniente deste lugar criou uma fonte de magma. O magma, que é mais leve que as rochas, atravessa o manto e a crosta, formando assim uma montanha submersa ativa.

    Porém, uma recente descoberta assinala que as ilhas Bermudas têm raízes literalmente muito mais profundas.

    Ao analisar amostras de lava do núcleo terrestre, cientistas da Universidade de Cornell, situada no estado de Nova Iorque (EUA) detectaram uma composição isotópica nunca antes vista.

    Os investigadores conseguiram estabelecer que os isótopos vieram da assim chamada zona de transição: uma camada rica em água, cristais, rochas derretidas, localizada entre o manto inferior e o manto superior.

    Esta zona contém uma impressionante quantidade de água – tanta quanta nos nossos oceanos.

    "Eu inicialmente suspeitei que o passado vulcânico das Bermudas era especial quando examinei as amostras do núcleo e reparei que diversas texturas e mineralogia tinham ficado preservadas em diferentes correntes de lava", disse um dos autores da investigação da Universidade de Munster, Sara Mazza. "Nós rapidamente confirmamos altos níveis de enriquecimento na composição de elementos raros[...]", acrescentou investigadora. 

    Estas parecem ser as primeiras evidências diretas indicando que os vulcões podem se formar em uma profundidade maior do que pensávamos, e existe a possibilidade de as Bermudas não serem o único arquipélago que "nasceu" na zona de transição.

    Mais:

    Será que Yellowstone está prestes a explodir? 63 abalos deixam cientistas receosos
    Explosão de Yellowstone poderia levar à Idade do Gelo e extinção na Terra, avisam geólogos
    Tags:
    investigação, Terra, geologia, vulcão, Bermudas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar