14:46 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Vista de Marte

    Marte já foi planeta azul e aquoso como Terra, diz professor

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    482

    Um grupo de pesquisadores considera o Planeta Vermelho como o lugar mais provável onde a vida poderia ter evoluído.

    O professor Brian Cox alega que a Terra poderia ter tido três vizinhos "azuis". Segundo ele, os três planetas inóspitos, Marte, Vênus e até mesmo Mercúrio, poderiam ter tido oceanos e rios na sua superfície.

    Na série de documentários "The Planets", dedicada à exploração do Sistema Solar pela humanidade, ele revela que as superfícies quentes de Vênus e Mercúrio e a de Marte, incrustada de gelo, poderiam ter sido adequadas para a vida, relatou o jornal The Times.

    Vênus, o segundo planeta a partir do Sol e o vizinho mais próximo da Terra no Sistema Solar, é conhecido como "Gêmeo Mau da Terra". Suas temperaturas podem derreter o chumbo e sua atmosfera é espessa com nuvens de ácido sulfúrico. Entretanto, Vênus foi provavelmente o primeiro “mundo com água”, com oceanos, um céu azul e nuvens.

    "Dados acumulados ao longo de décadas de exploração [...] todos apontam para a mesma conclusão – que no passado Vênus era um planeta coberto de oceanos primordiais rasos", afirmaram Cox e o seu coautor Andrew Cohen no livro "Planetas" ("Planets").

    Quanto a Mercúrio, ele se formou em uma órbita próxima da Terra e de Marte e era maior do que é agora.

    "Pode ter sido grande o suficiente para manter uma atmosfera, um mundo aquoso no qual todos os ingredientes da vida poderiam ter existido, antes de ser lançado para fora da órbita pela atração gravitacional de Júpiter", sugeriram os autores.

    Marte, no entanto, é considerado pelos dois como o lugar mais provável para a vida ter evoluído.

    "Há muitos anos, o planeta vermelho era azul brilhante. Correntes desciam pelas encostas e rios serpenteavam pelos vales", disseram Andrew Cohen e Brian Cox.

    Antes de sua carreira acadêmica, Cox era tecladista da banda D:Ream. Após sua dissolução em 1997, ele obteve um PhD em Física de Partículas de Alta Energia em Hamburgo.

    Mais:

    Telescópio Hubble revela que espaço se expande mais rápido do que era esperado
    'Autodestruição rara': NASA grava asteroide se desfazendo no espaço (FOTO)
    Tags:
    espaço, Marte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar