06:01 24 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Tubarão-branco (imagem referencial)

    Confira VÍDEO de tubarão-branco avantajado nos EUA

    CC BY 2.0 / Elias Levy / Great White Shark
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 00

    Miss Costa é um enorme tubarão-branco fêmea que, graças a um localizador implantado por uma empresa de pesquisa oceânica OCEARCH em setembro de 2016, foi captada e chocou supervisores navegando pelas águas perto da costa da Flórida.

    É bastante comum visita de tubarões-brancos às águas do golfo do México, mas, mesmo assim, o surgimento de Miss Costa impressionou, pois ela se aproximou da superfície da água da orla, mandando sinal para supervisores através de chip instalado nela. 

    A fêmea foi avistada perto da área de Big Bend no golfo do México na segunda-feira (15).

    "A viagem dela para a parte noroeste do estado da Flórida é significante, pois a OCEARCH não costuma encontrar grandes tubarões-brancos assim tão perto da costa do golfo", escreveu a empresa de pesquisa no seu blog.

    Além de Miss Costa, os pesquisadores só localizaram mais dois tubarões fêmeas nas águas do golfo. A trajetória de migração dela sugere que esteja em transição para a fase adulta.

    "Agora, as novas trajetórias de Miss Costa podem nos ajudar a iniciar mais profundidade ao que sabemos sobre os movimentos de tubarões-brancos no golfo", de acordo com a postagem no blog da OCEARCH, que adiciona que "o comportamento de Miss Costa na região vai proporcionar dados valiosos para que testemos nossas hipóteses quanto aos padrões de migração de tubarões-brancos fêmeas adultas no noroeste do oceano Atlântico".

    Em 23 de setembro de 2016, pesquisadores implantaram um localizador em Miss Costa em Nantucket em Massachusetts. E, de acordo com dados do localizador, ele já nadou impressionantes 19.951 quilômetros.

    Mais:

    Nadando com predadores: dezenas de tubarões cercam mergulhadores perto de Fiji (VÍDEO)
    Não me coma parceiro! Tubarão engole a cabeça de outro tubarão (FOTO)
    Descubra que animal marinho apavora tubarões-brancos
    Tags:
    tubarão, pesquisadores, Golfo do México, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar