00:14 15 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Ultima Thule

    Novas imagens de Ultima Thule são reveladas pela NASA (FOTO)

    © NASA . JHUAPL/SwRI
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    342
    Nos siga no

    Recentemente, a NASA publicou novas fotos do objeto conhecido como Ultima Thule, no Cinturão de Kuiper, que está voando através do limite do Sistema Solar a seis bilhões de quilômetros da Terra.

    O Ultima Thule foi o alvo da sonda interplanetária New Horizons, que passou junto dele a 51.000 quilômetros por hora durante o dia de Ano Novo de 2019.

    ​Sonda New Horizons da NASA apresenta uma nova visão fascinante em 3D do objeto Ultima Thule no Cinturão de Kuiper. Estas imagens foram produzidas para a ciência: elas revelam características topográficas para nos ajudar a entender como esta rocha espacial obteve sua forma extraordinária.

    As novas imagens do asteroide em formato de boneco de neve são apresentadas com efeitos 3D criados a partir de múltiplas imagens registradas em ângulos diferentes, segundo o News3 Las Vegas.

    "Nós temos estado ansiosos por uma visão estéreo com esta alta qualidade desde muito antes do voo", afirmou John Spencer, cientista do projeto New Horizons.

    Spencer também ressalta que estas imagens não são apenas interessantes, elas também possuem valor científico para os pesquisadores, já que fornecem mais informações topográficas sobre o Ultima Thule.

    "Estas vistas fornecem uma imagem mais clara do formato geral do Ultima Thule, incluindo o formato achatado do lóbulo maior, bem como o formato de partes topográficas individuais, como o ‘pescoço' que conecta os dois lóbulos", explica Alan Stern, investigador principal do projeto.

    Mais:

    NASA capta pela 1ª vez ondas de choque de aviões supersônicos em pleno voo (FOTOS)
    NASA mostra 'queimaduras solares' na Lua (FOTO)
    Telescópio da NASA capta superbolhas com partículas ultraenergéticas em suas bordas
    Tags:
    descoberta, imagens, objeto, asteroide, Universo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar