21:47 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Stonehenge

    Cientistas descobrem verdadeiras origens de pedras do Stonehenge

    CC BY-SA 2.0 / Andrew Cowie
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    281

    Uma equipe de 12 arqueólogos de todo o Reino Unido determinou exatamente onde as rochas que formam Stonehenge foram esculpidas, há cerca de 5.000 anos.

    A pesquisa, publicada no Cambridge Core, identificou que as pedras menores do monumento vieram de duas pedreiras em Preseli Hills, no oeste do País de Gales.

    Os  cientistas sabem há muito tempo que as pedras vieram desta região, mas o novo estudo determinou que as rochas foram esculpidas do lado norte das colinas, em pedreiras chamadas Carn Goedog e Craig Rhos-y-felin. Isso desmistifica a pesquisa de 1923 do famoso geólogo britânico H.H. Thomas.

    "Voltando e examinando detalhadamente as amostras que ele estudou, pudemos mostrar que nenhuma das propostas de [Thomas] resistem ao escrutínio", disse o geólogo Richard Bevins, do National Museum Wales, em entrevista.

    ​Para comparar as pedras, os pesquisadores tiveram que transformar pedras de Preseli Hills em pó e então comparar sua assinatura química com rochas do Stonehenge através de um processo envolvendo raios-X, disse o arqueólogo da Universidade de Southampton, Joshua Pollard.

    "Isso põe fim a discussões antigas sobre se os arenitos foram movidos por ação humana ou por ação glacial", disse Pollard.

    ​Os pesquisadores acreditam que a localização exata das pedreiras sugere que as rochas provavelmente foram arrastadas em terra de Preseli Hills até Salisbury Plain, onde fica Stonehenge. Pesquisas anteriores especularam que as rochas poderiam ter sido transportadas por rios.

    Eles agora querem examinar os restos orgânicos no local de Stonehenge para compará-los com os encontrados no oeste do País de Gales, de acordo com uma reportagem da CNN.

    Tags:
    Craig Rhos-y-felin, Carn Goedog, Stonehenge, Cambridge Core, CNN, H.H. Thomas, Joshua Pollard, Preseli Hills, Salisbury Plain, País de Gales
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar