23:54 19 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Vírus (imagem ilustrativa)

    'Células assassinas' poderiam ser a chave para erradicar a gripe

    CC0 / typographyimages/Pixaby / Vírus
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    120

    Células imunes que podem combater todos os vírus e mutações conhecidos da gripe foram descobertas por cientistas do Instituto Doherty e da Universidade de Monash, na Austrália.

    Essa descoberta, considerada um "extraordinário avanço" na medicina, pode levar à criação da vacina universal contra o vírus influenza.

    Durante o estudo, pesquisadores australianos analisaram 67 mil sequências virais e reduziram-nas a três séries que são comuns a todas as estirpes do vírus da gripe, que não sofreram mutações no último século.

    Encontradas em mais da metade da população mundial, as assim chamadas "células-T assassinas" agem protegendo o corpo de uma pessoa, identificando anormalidades e infecções e matando-as.

    A produção de uma imunização contra a gripe poderia ser feita através da replicação dessas células, cuja dose seria administrada uma vez a cada dez anos, ou talvez, uma vez na vida.

    A descoberta foi patenteada com o objetivo de desenvolver uma vacina universal contra a gripe "para reduzir o impacto de uma pandemia e gripe sazonal em todo o mundo".

    Epidemias de gripe matam anualmente entre 250 mil a meio milhão de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), sendo particularmente perigosas para idosos e crianças, que possuem o sistema imunológico mais suscetível a infecções.

    Porém, esse "santo remédio" é eficaz em cerca da metade da população mundial com base nos níveis atuais de "células-T assassinas", mas novos estudos estão tentando resolver esse obstáculo para tornar a futura vacina verdadeiramente universal.

    Mais:

    Mais de 270 turistas são infectados com vírus perigoso em navio de cruzeiro dos EUA
    Vírus geneticamente modificados poderão se tornar arma de próxima geração?
    Febre de oropouche é novo zika vírus? Para especialista ainda é cedo soar o alarme
    China é acusada de negar acesso dos EUA a amostras de vírus mortal
    Tags:
    medicina, infecções graves, vacina, gripe, vírus, Austrália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar