14:21 19 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Vista da superfície marítima coberta por pedaços de gelo

    Correlacionada colonização mortífera das Américas com frio intenso que atingiu Era Moderna

    © Foto: Pixabay/12019
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 44

    Segundo revelam pesquisadores britânicos, a morte desenfreada da população indígena nas Américas na época da colonização provocou o início da Pequena Idade do Gelo ao redor do globo.

    Pesquisadores britânicos concluíram que, no momento da chegada de Cristóvão Colombo à América, em 1492, a população continental correspondia a uns 60,5 milhões de pessoas, que, em grande maioria, se dedicavam à agricultura.

    Em particular, de acordo com cálculos da University College of London (UCL), havia um pouco mais de um hectare de terra cultivada per capita, o que seria a superfície da terra cultivada hoje na Rússia, onde agricultura abrange 80 milhões de hectares.

    A população pré-colombiana se dedicava intensamente à agricultura, queimando florestas para cultivo. A atividade contribuiu para emissão regular de grandes emissões de dióxido de carbono, o que exacerbou o efeito estufa.

    No entanto, quando os europeus chegaram ao continente tudo mudou. Depois de 1492, a população das Américas diminuiu 90% por causa de epidemias de varíola, febre tifoide, sarampo, gripe, peste bubônica, malária e outras doenças. Assim, nos anos 1600, após 100 anos de colonização, o número de índios diminuiu de 60 milhões para seis milhões.

    A morte, que atingiu muitos índios, causou uma diminuição significativa na atividade agrícola. Segundo destaca a equipe de pesquisadores britânicos, liderada por Alexander Koch, cerca de 56 milhões de hectares de terra foram abandonados. Esses territórios foram rapidamente preenchidos por florestas, que começaram a absorber ativamente o dióxido de carbono do ar.

    No decurso de sua investigação, os especialistas tentaram provar a hipótese acima mencionada. Para alcançar o objetivo, a equipe de Koch analisou várias camadas de gelo na Antárctica, registrando e concluindo que nesse período a concentração de dióxido de carbono no ar foi diminuída.

    Com base nos dados conseguidos, revelou-se que a morte maciça de índios nas Américas contribuiu para o início da Pequena Idade do Gelo — fase mais fria da Era Moderna — ao redor do globo em que a Groenlândia foi coberta por gelo.

    No entanto, é apenas uma das teorias de hoje em dia. A versão dominante ainda culpa a diminuição da velocidade da corrente do Golfo, que coincidiu com explosões vulcânicas e mínimo Maunder — o período conhecido como o mais baixo nível de atividade solar após o século V a.C.

    Mais:

    Aquecimento revela paisagem ártica escondida durante 40 mil anos (FOTO)
    Raiz do aquecimento global: gelo da Groenlândia está desaparecendo rapidamente
    Tensão geopolítica é risco urgente à luta contra o aquecimento global
    Aquecimento global pode levar a uma nova Guerra Fria, diz mídia
    Tags:
    colonização, idade do gelo, cultura indígena, população, agricultura, morte, Américas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar