10:40 17 Janeiro 2019
Ouvir Rádio
    Campo magnético da Terra (imagem de arquivo)

    Campo magnético da Terra está mudando de forma estranha e geólogos não sabem o porquê

    CC BY 2.0 / NASA Goddard Space Flight Center / Dynamic Earth - Earth’s Magnetic Field
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    8100

    Geólogos não estão conseguindo determinar por que os polos magnéticos da Terra estão se movendo tão rapidamente do Canadá para a Sibéria.

    Cientistas da Agência Nacional de Inteligência Geoespacial (NGA), dos Estados Unidos, e do Centro Geográfico de Defesa (DGC), do Reino Unido, estão se preparando para atualizar no dia 15 de janeiro o Modelo Magnético Mundial (WMM, na sigla em inglês).

    O WMM é uma grande representação do campo magnético da Terra e é nele que se baseia toda a navegação moderna, desde os sistemas que orientam os navios no mar até o Google Maps em smartphones. Mas agora se constatou que modelo atual é impreciso, informou o Nature Journal.

    Apesar da versão mais recente do modelo ter sido estabelecida em 2015, prevista para se manter atual até 2020, a repentina e rápida mudança no campo magnético do nosso planeta faz com que os pesquisadores tenham que atualizar novamente o modelo.

    "O erro está aumentando o tempo todo", diz Arnaud Chulliat, geomagnetista da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA).

    A razão de tal mudança está dentro da Terra, onde a agitação líquida no núcleo terrestre gera a maior parte do campo magnético.

    Os fluxos tendem a mudar ao longo do tempo. Em 2016, parte do campo magnético acelerou profundamente sob o norte da América do Sul e no leste do oceano Pacífico.

    No início de 2018, constatou-se que o modelo magnético era impreciso ao ponto de ocasionar erros de navegação. A situação piorou ainda mais devido ao pulso geomagnético de 2016 sob a América do Sul e ao movimento do polo magnético. Satélites como a missão Swarm da Agência Espacial Europeia acompanharam a mudança.

    O polo norte magnético tem mudado constantemente do Ártico canadense para a Sibéria nos últimos tempos. A velocidade também aumentou nas últimas décadas, de cerca de 15 km anuais para cerca de 55 km.

    "O fato de o polo estar mudando torna essa região mais propensa a grandes erros", afirma o geomagnetista.

    A principal questão é o porquê de os campos magnéticos estarem se alterando tão drasticamente. As possíveis razões dos pulsos geomagnéticos são as ondas "hidromagnéticas" que surgem nas profundezas do núcleo da Terra e o fato de o movimento do polo magnético poder estar conectado a um jato de ferro líquido de alta velocidade abaixo do Canadá.

    "A localização do polo magnético norte parece ser governada por duas grandes áreas de campo magnético, uma abaixo do Canadá e outra abaixo da Sibéria", disse Phil Livermore, geomagnetista da Universidade de Leeds. 

    Mais:

    Sonda da NASA descobre novo exoplaneta 3 vezes maior que a Terra
    'Viagem inteira em uma FOTO': NASA capta Terra, Lua e asteroide juntos
    Estudo: galáxia se aproximando da Via Láctea poderia acabar com vida na Terra em colisão
    Cometa mais brilhante de 2018 passa próximo da Terra e NASA capta suas FOTOS
    Tags:
    navegação por satélite, geofísica, mudança, campo magnético, Polo Norte, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik