00:32 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Operação no Centro Ilizarov

    Como aumentar a altura? Este centro russo sabe a receita

    © Foto : Ilizarov Center
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 60

    Conhecido em todo o mundo, o centro russo Ilizarov atrai centenas de estrangeiros que querem aumentar sua altura. A Sputnik Mundo falou com os médicos do centro e com um peruano que optou por fazer uma operação de alongamento ósseo.

    Localizado na cidade russa de Kurgan, na Sibéria, o Centro de Traumatologia Restauradora e Ortopedia presta anualmente assistência a milhares de pacientes. A instituição foi denominada em homenagem a Gavriil Ilizarov, médico soviético que inventou o aparelho para o alongamento ósseo — um método cirúrgico utilizado para tratar fraturas de ossos, malformações congênitas ósseas e alongar os ossos.

    Centro Ilizarov
    © Foto : Ilizarov Center
    Centro Ilizarov

    "Ilizarov é único não por ter inventado o aparelho — existem muitos tipos de fixadores externos por todo o mundo — mas por ter descoberto que uma maior tensão no lugar de união aumenta a regeneração e durante a posterior distração osteogênica se pode estirar mais o regenerado", explicou à Sputnik Mundo Elena Voronovich, vice-diretora do Centro Ilizarov, sublinhando que o método é padrão na traumatologia internacional.

    Gavriil Ilizarov, médico soviético conhecido por ter inventado o aparelho para alongamento ósseo
    © Foto : Ilizarov Center
    Gavriil Ilizarov, médico soviético conhecido por ter inventado o aparelho para alongamento ósseo

    Muitas pessoas de baixa estatura querem recorrer a operações de alongamento ósseo por razões puramente estéticas, achando que um aumento de altura poderá mudar suas vidas.

    Porém, apenas o desejo não basta para receber tratamento no centro. O alongamento ósseo se realiza apenas se o paciente tem uma doença que o impede de ter uma estatura média como, por exemplo a acondroplasia.

    "Prestamos assistência simplesmente porque todo o nosso mundo está desenhado para pessoas de média estatura. Não nos damos conta disso, mas perguntem a pessoas de 140 cm de altura, por exemplo, se é confortável para eles subir em um ônibus ou se sentarem em cadeiras comuns", comentou a vice-diretora.

    Segundo o protocolo do centro, para realizar uma tal operação o paciente não deve ter mais de 160 centímetros de altura, independentemente do sexo. Os médicos tomam em consideração também as razões que impedem que a pessoa alcance uma estatura média, já que uma estatura baixa pode se dever a uma doença principal.

    Além disso, o paciente deve ter entre 21 e 40 anos para poder recorrer ao alongamento ósseo.

    É que até aos 21 anos os processos de crescimento e outras mudanças continuam no corpo humano, enquanto depois dos 40 aumenta o risco de haver complicações no pós-operatório. No entanto, em caso de certas doenças, os médicos prestam ajuda até a crianças, contou Sergei Muradisinov, chefe do Departamento de Traumatologia e Ortopedia do Centro Ilizarov.

    • Paciente de 8 anos com acondroplasia e altura de 104 cm (à esquerda) passou por um alongamento de braços (de 10 cm) e das pernas (de 37 cm), tendo crescido até 151 cm (à direita)
      Paciente de 8 anos com acondroplasia e altura de 104 cm (à esquerda) passou por um alongamento de braços (de 10 cm) e das pernas (de 37 cm), tendo crescido até 151 cm (à direita)
      © Foto : Ilizarov Center
    • Paciente de 14 anos, com deformações congênitas das extremidades inferiores e altura de 135 cm, que realizou uma correção das pernas com alongamento de 7 cm. A altura após o tratamento é de 143 cm.
      Paciente de 14 anos, com deformações congênitas das extremidades inferiores e altura de 135 cm, que realizou uma correção das pernas com alongamento de 7 cm. A altura após o tratamento é de 143 cm.
      © Foto : Ilizarov Center
    • Paciente de 16 anos com displasia pós-traumática do cotovelo. Alongamento de oito centímetros.
      Paciente de 16 anos com displasia pós-traumática do cotovelo. Alongamento de oito centímetros.
      © Foto : Ilizarov Center
    1 / 3
    © Foto : Ilizarov Center
    Paciente de 8 anos com acondroplasia e altura de 104 cm (à esquerda) passou por um alongamento de braços (de 10 cm) e das pernas (de 37 cm), tendo crescido até 151 cm (à direita)

    O peruano Alejandro Flores, de 25 anos, decidiu se submeter ao alongamento ósseo porque se sentia insatisfeito com sua altura de 160 centímetros.

    O peruano soube do Centro russo em fóruns sobre o tema, onde se mencionava com frequência o método de Ilizarov.

    Aparatos Ilizárov
    © Foto : Ilizarov Center
    Aparatos Ilizárov

    "Optei por vir aqui porque é o primeiro lugar que começou a fazer isso e tem mais experiência, além do aspecto econômico", ressaltou o paciente em entrevista.

    O jovem passou pela cirurgia em 20 de agosto e atualmente permanece internado no hospital.

    Primeiro, queria aumentar a altura em uns 8-10 centímetros, mas neste caso o corpo ficaria desproporcionado, por isso ele decidiu crescer 6 centímetros após consulta com os médicos russos.

    "Tenho muita confiança nos médicos porque têm muitos casos de sucesso", sublinhou.

    Aparelho Ilizarov
    © Foto : Ilizarov Center
    Aparelho Ilizarov

    O centro Ilizarov é a maior clínica de osteologia do mundo que trata de todas as patologias do sistema locomotor, tanto congênitas como adquiridas, isto é, causadas por traumas graves, e possui a maior experiência no mundo no tratamento de osteomielite, segundo a vice-diretora.

    Além disso, o centro se dedica a neurocirurgia, ao tratamento cirúrgico da paralisia cerebral e ao alongamento ósseo dos membros inferiores e dos braços.

    Mais:

    Indiano recupera mão que havia serrado por completo ao fugir de touro
    Israelense é preso por fingir ser médico para bolinar seios das pacientes por uma década
    Tags:
    traumatologia, ortopedia, alongamento ósseo, altura, pacientes, cirurgia, médicos, Kurgan, Sibéria, Peru, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik