13:09 14 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Manequim de astronauta no topo da réplica parcial da estação espacial chinesa no salão aeroespacial Airshow China 2018

    China apresenta sua estação espacial que substituirá EEI (FOTOS)

    © AFP 2018 / WANG ZHAO
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    8220

    As autoridades chinesas apresentaram na terça-feira uma réplica de sua primeira estação espacial tripulada, que deverá substituir a Estação Espacial internacional e simboliza as ambições espaciais do país.

    O módulo central de quase 17 metros virou a principal atração para os visitantes do salão aeroespacial anual Airshow China 2018, que está decorrendo cidade de Zhuhai. Os visitantes podiam dar uma olhada nos compartimentos da estação espacial chinesa Tiangong (Palácio Celestial), relata Daily Mail.

    Réplica parcial da estação espacial chinesa no salão aeroespacial Airshow China 2018
    © AFP 2018 / WANG ZHAO
    Réplica parcial da estação espacial chinesa no salão aeroespacial Airshow China 2018

    A réplica possui também módulos adicionais destinados a experimentos científicos, que permitirão realizar testes de queda livre e microgravidade.

    O laboratório orbital poderá abrigar entre três e seis astronautas e deverá estar terminado por volta de 2022, segundo informações anteriores. Com uma vida útil de 10 anos e 60 toneladas de peso, a Tiangong irá substituir a Estação Espacial Internacional que está previsto ser desativada em 2024.

    Réplica parcial da estação espacial chinesa no salão aeroespacial Airshow China 2018
    © AFP 2018 / WANG ZHAO
    Réplica parcial da estação espacial chinesa no salão aeroespacial Airshow China 2018

    A partir de então, a estação chinesa será a única em órbita, mas suas dimensões são muito menores que a EEI: esta última pesa 400 toneladas, sendo tão grande como um campo de futebol.

    "Apenas alguns países do mundo são capazes de enviar uma estação espacial para órbita", assinalou Zhang Baoxin, analista militar e de aviação ao jornal Global Times em maio. "É um programa de grande escala que demonstra as abrangentes capacidades científicas e tecnológicas da China".

    A apresentação da réplica vem uns meses após ter sido informado, em maio, que a China estava trabalhando junto com a União Europeia na criação de um laboratório em órbita para os países-membros. Em um comunicado emitido em 28 de maio, as autoridades chinesas apontaram que a iniciativa visa promover a cooperação internacional na exploração espacial e aeronáutica.

    Mais:

    China mostra novíssimo drone furtivo de combate CH-7 (FOTOS)
    China demonstra novíssimo veículo de combate aerotransportado com armamento pesado (FOTO)
    China elabora sistema de ecolocalização para esconder mensagens secretas submarinas
    Tags:
    estação espacial, Estação Espacial Internacional (EEI), Tiangong, Zhuhai, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik