00:30 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Motor de foguete na empresa de engenharia aeroespacial russa NPO Energomash (foto de arquivo)

    Rússia testa com sucesso principal componente de motor nuclear espacial

    © Foto: NPO Energomash
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    6240

    A Rússia realizou testes terrestres do componente mais importante do motor de propulsão nuclear a ser utilizado nas naves espaciais – o sistema de resfriamento –, segundo relatado no site de compras públicas.

    "Os trabalhos foram concluídos na íntegra. Os resultados correspondem aos requisitos das especificações técnicas", divulga o relatório.

    Os testes demonstraram as características de funcionamento dos componentes e conjuntos de sistemas de arrefecimento em condições mais próximas possíveis das condições do espaço exterior. O cliente é a corporação estatal Roscosmos e o principal executor é o Centro Estatal de Pesquisa Keldysh.

    Questão-chave

    Os sistemas de propulsão nuclear, capazes de permitir voos espaciais a longas distâncias, produzem muito calor, por isso precisam de refrigeração eficiente. Nesse caso, o calor deve ser desviado para o espaço exterior, por meio de radiadores. Os radiadores usados até agora para resolver o problema não são eficazes e, além disso, estão expostos a meteoritos.

    Os especialistas da Roscosmos e de universidades russas desenvolveram uma solução, ao usar um arrefecedor de gotejamento que funciona como uma espécie de chuveiro: o líquido não circula em tubos, mas é pulverizado em forma de gotículas diretamente no espaço, liberando o calor. Depois, é capturado por um dispositivo e passa por um novo ciclo. Esse processo faz com que o líquido esfrie rapidamente devido à maior área de superfície das gotas. Além disso,  visto que o dispositivo tem uma estrutura mais leve, a sua resistência e durabilidade aumenta em relação a acidentes com meteoritos.

    Resultados obtidos

    A Rússia está implementando desde 2010 um projeto para criar um módulo de transporte e energia baseado em um sistema de propulsão nuclear de classe megawatt. O objetivo do projeto é garantir a liderança russa no desenvolvimento de sistemas de propulsão altamente eficientes para fins espaciais.

    As soluções técnicas incorporadas ao conceito permitirão resolver uma ampla gama de tarefas espaciais, incluindo os programas de pesquisa da Lua, missões a planetas distantes e criação de bases em suas superfícies.

    Mais:

    NASA planeja enviar tripulação para EEI em dezembro em espaçonave russa Soyuz
    NASA mostra magia espacial em FOTO inédita de 'Fantasma de Cassiopeia'
    Noruega lança primeiro foguete inteiramente produzido no país ao espaço
    Tags:
    espaço, projeto, solução, propulsão nuclear, motor, Roscosmos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik