15:44 16 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Cemitério (imagem referencial)

    Tumba milenar de criança 'vampira' é aberta na Itália (FOTO)

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    5163

    Arqueólogos norte-americanos e italianos encontraram restos mortais de uma criança de 10 anos com uma pedra inserida na boca, o chamado "enterro de vampiro", em um cemitério italiano do século V d.C., diz o site da Universidade do Arizona, EUA.

    A descoberta foi feita na comuna de Lugnano in Teverina, na região italiana de Úmbria, por especialistas da Universidade do Arizona e de Stanford, juntamente com arqueólogos italianos.

    Restos mortais de uma criança com uma pedra na boca descobertos na comuna de Lugnano in Teverina, Itália
    © Foto : David Pickel/Stanford University
    Restos mortais de uma criança com uma pedra na boca descobertos na comuna de Lugnano in Teverina, Itália

    Pesquisadores acreditam que os moradores tenham inserido a pedra na boca da criança, possivelmente infectada com malária, para que não voltasse do mundo dos mortos e não transmitisse a doença aos vivos.

    "Nunca vi nada parecido. Isso é extremamente assustador e estranho. Aqui é chamado de 'Vampiro de Lugnano'", comentou David Soren, arqueólogo e professor da Universidade do Arizona.

    Os restos do "vampiro" foram encontrados na Necropoli dei Bambini (Cemitério de Bebês) do século V, que surgiu quando a região foi atingida por uma epidemia de malária, matando muitos bebês e crianças pequenas. Anteriormente, cientistas escavaram do cemitério restos mortais incomuns de crianças junto com restos de vários animais e caldeirões de bronze cheios de cinza ou com pernas e braços prendidos com pedras — objetos tradicionalmente associados com feitiçaria e magia.

    "Nós sabemos que os romanos se preocupavam muito com isso e poderiam recorrer até mesmo à bruxaria para prender o mal — qualquer coisa que estivesse contaminando o corpo — de sair", explicou Soren.

    Segundo o chefe da escavação, David Pickel, o achado ajudará a saber mais sobre a malária que afetou a região há cerca de 1,5 mil anos e como os romanos tentavam combater a doença.

    "Enterros de vampiros" foram encontrados antes tanto na Itália como fora do país. Em 2009, em Veneza encontraram restos de uma mulher do século XVI com uma pedra na boca que foi apelidada de "Vampira de Veneza". Em 2017, um homem enterrado com cara virada para baixo e língua substituída por uma pedra foi encontrado em Northamptonshire, Inglaterra.

    Mais:

    Encontrado caracol com 99 milhões de anos totalmente preservado em âmbar (FOTOS)
    Descoberto 'peixe-vampiro' que morre com luz do Sol
    Tags:
    descoberta, vampiro, criança, restos mortais, cemitério, tumba, EUA, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik