21:04 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Reserva natural de Komandorsky, no Extremo Oriente russo (foto de arquivo)

    Quais seres aquáticos vivem a 4 mil metros nas profundezas de Kamchatka? (FOTOS)

    © Sputnik / Kudriashev
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    170

    Biólogos marinhos russos, após uma exploração aos arredores do único vulcão submerso da região russa de Kamchatka, descobriram que o único lugar na Rússia onde existem fontes hidrotermais é no Extremo Oriente.

    Durante uma expedição realizada este verão, os funcionários do Centro de Pesquisa de Biologia Marinha do Extremo Oriente da Academia das Ciências da Rússia descobriram fontes hidrotermais em uma encosta do vulcão submarino Piip, quando desceram a uma profundidade de 3.931 metros com o submarino de controle remoto Komanch-18.

    O vulcão está localizado a 70 quilômetros ao nordeste da ilha de Bering (na península de Kamchatka).

    A pesquisa minuciosa revelou que o ecossistema de águas profundas do vulcão é muito rico, cheio de holotúrias (pepinos-do-mar), diversos corais, anêmonas-do-mar, esponjas e etc. Além disso, foram descobertas novas espécies de organismos marinhos.

    1 / 4
    Pennatulacea anthoptilum grandiflora a uma profundidade de 1.687 metros

    Piip é um vulcão ativo que foi descoberto em 1984 e está localizado na reserva natural de Komandorsky, criada para proteger o arquipélago do mesmo nome na parte norte do oceano Pacífico.

    Mais:

    Gigantes marinhos: é filmada batalha feroz entre tubarão e tarpão (VÍDEO)
    'Monstros' marinhos encalham em praia tailandesa causando confusão entre turistas (VÍDEO)
    Baía de São Francisco, nos EUA, foi interditada após ataque de leões-marinhos
    Milhares de seres marinhos invadem praia australiana de forma inexplicável
    Tags:
    reserva natural, vulcão, mar, espécies, biologia, profundeza, animais marinhos, Extremo Oriente Russo, Rússia, Kamchatka
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik